Protagonistas odiáveis

Oi gente,

Há alguns dias eu vi uma publicação no Facebook sobre protagonistas insuportáveis, e achei uma ótima ideia fazer um post sobre isso. 😉

Há uma ou outra discordância de pessoas que até se identificam com esses protagonistas, mas duvido que alguém não ache pelo menos UM desses insuportável! rsrsrsrs

Mas vamos lá:

Ever Bloom
Saga Os Imortais (veja aqui o primeiro volume)

Essa está no topo das protagonistas insuportáveis: ela não consegue parar de fazer fazer besteira. Sério! Ela ferra tudo SEMPRE! E é muito burra gente! Impossível gostar dela. Em alguns livros ela melhora um pouco mas no final é sempre cagada atrás de cagada (desculpem a expressão). Eu gosto da série, mas ela como protagonista me desanima muito!

Zoey Redbird
Saga House of Night (veja aqui o primeiro volume)

Não foi em todos os volumes que odiei essa personagem – acredito que até o 4º livro eu gostava dela… Mas o problema com sagas muito grandes é que uma hora as atitudes do personagem começam a pesar, e com ela foi a mesma coisa mas um pouco pior: ela foi se transformando numa pessoa totalmente diferente. Esse aspecto aumentou ainda mais minha birra por ela. Mas o principal defeito é sua incapacidade de tomar decisões (principalmente amorosas) e sua habilidade incrível de colocar a todos em perigo só porque quer e porque tem vontade.

Patch
Saga Hush, Hush (veja aqui o primeiro volume)

Bom, taí uma pessoa que a maioria gosta mas eu odiei: para mim ele passou dos limites no quesito “cara misterioso” e virou um cara idiota que maltrata de propósito a menina que “diz que gosta” e tem atitudes babacas e egoístas a maior parte do tempo. ARGH! Detesto ele.

Alma
Saga Escuridão (veja aqui post com livros abandonados)

Como esse próprio post que eu fiz já diz, não consegui terminar esse livro por conta justamente da personagem principal. Ela conseguiu a proeza de me fazer desistir unicamente por conta da sua personalidade. Acho que a autora foi muito infeliz na criação dela, porque tudo bem uma pessoa ser meio obscura, mas essa menina realmente é fria, chata, cruel, sem coração, sem sentimentos, burra, insolente, prepotente, e por aí vai… Desculpa, mas não deu! :p

Laura
O Caso Laura (veja aqui post sobre o livro)

Depressiva demais. Meu Deus, essa mulher é um poço de negatividade! Ela conseguiu me deixar afundada em depressão quando terminei a leitura do livro, então isso por si só já é um bom motivo para odiá-la. Ela é tão negativa e sofrida que é impossível sentir empatia, ela passa dos limites de dó que se pode ter por uma pessoa – e acho que o objetivo do autor era mesmo que ficássemos com dó dela, mas não rolou.

E vocês? Tem algum personagem muito odiado que ficou marcado para sempre? Concordam com esses que escolhi?

Lembrando sempre que gosto é gosto e muitas vezes alguém que não agrada a alguns é bem interessante para outros 😉

Bjs
Marina

Para Sempre: Terra de Sombras

Terra de SombrasTerra de Sombras
De Alyson Noel

Sinopse Oficial: Ever e Damen atravessaram diversas vidas e enfrentaram os mais terríveis inimigos com um só objetivo: ficar eternamente juntos. E quando esse sonho está ao alcance das mãos, um poderoso feitiço cai sobre Damen. Agora, para ele, simplesmente tocá-la ou encostar os lábios nos dela significaria a morte, o exílio definitivo em uma terra de sombras.

Desesperada por livrá-lo da maldição, Ever mergulha de corpo e alma na magia e encontra uma ajuda inesperada: um surfista chamado Jude. Apesar da profunda lealdade a Damen, é inevitável que ela se sinta atraída por esse garoto estranhamente familiar, de olhos verdes, dons mágicos e passado misterioso.

Ever sempre acreditou que Damen fosse seu destino — mas e se o futuro tiver reservado outros planos? Com Jude cada vez próximo, pela primeira vez em séculos esse amor é posto à prova.

Minha opinião: É aqui que a história começa a ficar boa! Confesso que as escolhas da Ever nunca foram escolhas que eu faria, então discordo muito com as atitudes dessa personagem, mas a história começou a ficar melhor e mais interessante!

A partir daqui você começa a querer acompanhar a saga e saber como tudo termina, especialmente depois do surgimento do Jude (amo!) e da Shadowland, um lugar sombrio e o oposto de Summerland.

Minha única crítica continua sendo o Damen: ô personagem chato!!!!! Sinceramente, não consigo entender como a Ever conseguiu se apaixonar por ele… enfim…

Como eu já havia dito no primeiro post, não é a leitura mais TOP que você vai encontrar, mas é bem interessante e espiritualizada (principalmente), então vale a pena dedicar um tempinho.

Bjs
Marina

Para sempre: Lua Azul

LUA_AZULLua Azul
De Alyson Noel

Sinopse oficial: Ever é agora uma imortal. Iniciada nesse mundo desconhecido e sedutor por seu eterno amado, Damen, está empenhada em conhecer e dominar suas novas habilidades, mas algo terrível começa a acontecer.

Acometido por uma doença misteriosa que ameaça, inclusive, sua memória, Damen não percebe que seus poderes se estão esvaindo – enquanto Ever se sente cada vez mais forte. Desesperada para salvá-lo, ela viaja até a dimensão mística de Summerland, onde não apenas toma conhecimento da misteriosa história de Damen, brutal e torturante, mas também tem acesso aos segredos que regem o Tempo.

Com a lua azul que se aproxima, anunciando uma oportunidade única de se projetar para o passado ou para o futuro, Ever é forçada a decidir entre voltar no tempo e impedir o acidente que tirou a vida de toda a sua família ou ficar no presente e salvar Damen, que parece definhar a cada dia.

Minha opinião: O livro começa bem chato, ao longo da história vai melhorando, e, somente no final, fica bom.

Apesar deste livro ser sem graça, a história como um todo é muito boa. Como eu disse no post sobre o primeiro, neste já começamos a perceber o canal “espiritual” que existe, o que torna a história muito interessante e inovadora.

Nesse volume, o personagem principal Damen perde a memória, então Ever sofre pra caramba, o que me lembrou o segundo livro da saga Crepúsculo – Lua Nova (até o nome é parecido). É basicamente aquele mesmo sofrimento de abandono. Não gosto de livros tão tristes assim rsrs mas a história realmente vai encorpando e evoluindo com o passar das páginas e o final é surpreendentemente muito bom! Você fica aflito para ler o terceiro volume!

E temos personagens novos! \o/ Para mim é no final deste livro que a história começa a engrenar, sendo que no terceiro ela fica muito boa e você não consegue largar!

Resumindo: livro chatinho, porém necessário se você deseja acompanhar a saga!

Bjs
Marina

Para sempre: Os Imortais

Para sempre: Os Imortais
De Alyson Noel

Ever Bloom era uma garota perfeita: loira, linda, popular, líder de torcida, com uma familia feliz e uma casa maravilhosa. Nada parecia capaz de abalar sua felicidade, até que um desastre transformou seu mundo em um pesadelo.

Ever perdeu toda sua familia e teve que se mudar para a casa da tia, em outra cidade. Além da mudança de ares, escola e amigos, ela agora tem que conviver com uma realidade assustadora e insuportável: ela consegue ver a Aura das pessoas, ouvir pensamentos e, com um simples toque, conhecer a vida inteira de alguém.

Sob o capuz e os fones do ipod sempre ligados, ela se esconde do mundo ao seu redor.

Até que conhece Damen. Sempre que ele está por perto os barulhos das mentes param, os toques ficam normais e tudo parece cessar. Sem entender o porquê disso, Ever se apaixona pelo rapaz e pela sensação de ser “normal” de novo.

Ela não faz ideia de quem ele é ou porque isso acontece, mas ela não consegue resistir a essa paixão…

Minha opinião: Este livro me surpreendeu! Até o fim da leitura imaginei que ele tratasse de Vampiros, até porque, quando começei a leitura, a modinha era essa. Mas na verdade passa longe disso! O Livro tem uma espiritualidade enorme e fala de almas que se encontram ao longo dos anos.

Logo de cara você não consegue absorver esse lado “espírita” do livro, pois nesse volume a personagem ainda não sabe nada sobre seus dons ou porque ela é assim, mas durante a saga de seis livros você consegue identificar esse lado super presente!

Vou confessar que não gostei muito do personagem principal homem, o Damen. Não só pela descrição física dele, mas achei um personagem egoísta e um pouco “idiota”, mas não daquele jeito que nos atrai…. pelo contrário! Muitas vezes me peguei torcendo por qualquer outra pessoa menos ele… rs Já com a Ever consegui me identificar bastante, então valeu 😉

Não é um dos meus TOP livros preferidos, e algumas vezes cansei um pouco com a leitura, mas ainda assim gostei de ler a saga toda, e em breve vou postar os próximos livros.

Bjs
Marina