Os 13 Porquês

OS_13_PORQUESOs 13 Porquês
De Jay Asher

Sinopse oficial: Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra um misterioso pacote com várias fitas cassetes. Ele ouve as gravações e se dá conta de que foram feitas por uma colega de classe que cometeu suicídio duas semanas antes. Nas fitas, ela explica que 13 motivos a levaram à decisão de se matar. Clay é um deles. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.

Minha opinião: um livro que me prendeu do começo ao fim. Que narrativa marcante! Preciso dizer que esse livro me surpreendeu…

Ok, história começou nos fazendo pensar que os motivos para Hannah ter se suicidado foram superficiais, mas conforme os capítulos vão passando as coisas vão ficando mais intensas e virando uma bola de neve.

Claro, nenhuma situação que aconteceu aos olhos de um adulto é motivo suficiente para cometer o ato (nem todas as razões juntas), mas somos forçados a lembrar que se trata de uma adolescente… Uma menina que até então era inocente e acabou sofrendo por conta de boatos.

Acho que a maioria de nós já sofreu com isso na adolesceência, mas não parávamos para pensar no que nossas ações significavam para os outros e nem eles no que as ações deles significavam pra gente… É uma fase muito difícil, e esse livro chama justamente a atenção para isso – precisamos ficar de olho em todos os sinais de depressão!

Achei um bom livro. A história foi boa – menos o capítulo final que, na minha opinião, foi desnecessário e um pouco aleatório. A escrita é envolvente demais e simplesmente não consegui parar! A ideia do autor de escrever as narrativas dos dois personagens principais intercaladas sem alternar capítulos foi genial! Deu todo um outro toque para a leitura.

Recomendo! Foi forte e muito bom, além de um grande aprendizado. 😉

Bjs
Marina

Protagonistas odiáveis

Oi gente,

Há alguns dias eu vi uma publicação no Facebook sobre protagonistas insuportáveis, e achei uma ótima ideia fazer um post sobre isso. 😉

Há uma ou outra discordância de pessoas que até se identificam com esses protagonistas, mas duvido que alguém não ache pelo menos UM desses insuportável! rsrsrsrs

Mas vamos lá:

Ever Bloom
Saga Os Imortais (veja aqui o primeiro volume)

Essa está no topo das protagonistas insuportáveis: ela não consegue parar de fazer fazer besteira. Sério! Ela ferra tudo SEMPRE! E é muito burra gente! Impossível gostar dela. Em alguns livros ela melhora um pouco mas no final é sempre cagada atrás de cagada (desculpem a expressão). Eu gosto da série, mas ela como protagonista me desanima muito!

Zoey Redbird
Saga House of Night (veja aqui o primeiro volume)

Não foi em todos os volumes que odiei essa personagem – acredito que até o 4º livro eu gostava dela… Mas o problema com sagas muito grandes é que uma hora as atitudes do personagem começam a pesar, e com ela foi a mesma coisa mas um pouco pior: ela foi se transformando numa pessoa totalmente diferente. Esse aspecto aumentou ainda mais minha birra por ela. Mas o principal defeito é sua incapacidade de tomar decisões (principalmente amorosas) e sua habilidade incrível de colocar a todos em perigo só porque quer e porque tem vontade.

Patch
Saga Hush, Hush (veja aqui o primeiro volume)

Bom, taí uma pessoa que a maioria gosta mas eu odiei: para mim ele passou dos limites no quesito “cara misterioso” e virou um cara idiota que maltrata de propósito a menina que “diz que gosta” e tem atitudes babacas e egoístas a maior parte do tempo. ARGH! Detesto ele.

Alma
Saga Escuridão (veja aqui post com livros abandonados)

Como esse próprio post que eu fiz já diz, não consegui terminar esse livro por conta justamente da personagem principal. Ela conseguiu a proeza de me fazer desistir unicamente por conta da sua personalidade. Acho que a autora foi muito infeliz na criação dela, porque tudo bem uma pessoa ser meio obscura, mas essa menina realmente é fria, chata, cruel, sem coração, sem sentimentos, burra, insolente, prepotente, e por aí vai… Desculpa, mas não deu! :p

Laura
O Caso Laura (veja aqui post sobre o livro)

Depressiva demais. Meu Deus, essa mulher é um poço de negatividade! Ela conseguiu me deixar afundada em depressão quando terminei a leitura do livro, então isso por si só já é um bom motivo para odiá-la. Ela é tão negativa e sofrida que é impossível sentir empatia, ela passa dos limites de dó que se pode ter por uma pessoa – e acho que o objetivo do autor era mesmo que ficássemos com dó dela, mas não rolou.

E vocês? Tem algum personagem muito odiado que ficou marcado para sempre? Concordam com esses que escolhi?

Lembrando sempre que gosto é gosto e muitas vezes alguém que não agrada a alguns é bem interessante para outros 😉

Bjs
Marina

O Caso Laura

O_CASO_LAURAO Caso Laura
De André Vianco

Sinopse oficial: “O Caso Laura” conta a história de um detetive particular contratado para investigar os encontros que Laura mantém com um homem misterioso. Inicialmente, as gravações das conversas da protagonista com o estranho não revelam nada de espetacular; mas quando o investigador passa a seguir o enigmático sujeito, revelações conduzem a narrativa para o desfecho.

Minha opinião: Com uma classificação beirando 5 estrelas eu só poderia esperar um livro maravilhoso. Infelizmente não foi o que achei deste livro: foi chato, monótono, detalhista demais e com um final que honestamente não me agradou em nada.

Laura é uma protagonista no ápice da depressão, então é demasiadamente chata e tudo que faz é se lamentar. Eu entendo que quem sofre de depressão enfrenta isso em seu dia-a-dia sim, mas, sinceramente, não é algo legal para se ler num livro, a não ser que você esteja procurando exatamente por isso. (o que obviamente não era o meu caso)

Já Marcel dá um pouco de alegria às páginas, com seu humor um pouco melhor e sua curiosidade investigativa.

Temos um terceiro protagonista que tem uma história paralela – Alan – mas que aparece apenas para provar o ponto final da história, fato que eu não gostei pois achava que as duas histórias se cruzariam e que seria algo totalmente interligado.

Em resumo, sei que o André Vianco é um autor respeitadíssimo e minha irmã já leu suas obras e elogia bastante, mas esse primeiro livro que li me deixou decepcionada. O final não me agradou e achei a leitura arrastada… poderia ser mais fluida e interessante.

Bjs
Marina