O Circo Mecânico Tresaulti

O_CIRCO_MECANICO_TRESAULTIO Circo Mecânico Tresaulti
De Genevieve Valentini

Sinopse: Às vezes, o mundo pode parecer um lugar desolador e escuro, formado por vastas amplidões cheias de conflito, onde o que todos procuram é se agarrar a algo que os faça sobreviver ao dia seguinte. Pois em O Circo Mecânico Tresaulti esse deserto cheio de perigos é atravessado pela magia de uma potente força criadora, capaz de devolver a integridade emocional e física a quem se juntar à trupe.

Em pleno cenário pós-apocalíptico, O Circo Mecânico Tresaulti ergue sua lona e dá início ao grande espetáculo. Ambientado sobre a perigosa superfície de um mundo devastado, cheio de bombas e radiação remanescentes de uma guerra pela qual todos já saíram derrotados, este belo romance nos apresenta uma caravana circense em eterna viagem através de muitas cidades sem país, região ou rota definida. Lugares que podem não mais existir quando o circo retornar.

Aqueles que se juntam ao circo procuram segurança, trabalho sem risco de vida ou apenas uma nova forma de recomeçar. E seguir adiante, apesar de tudo. Boss, a força motora do circo, agrega novos personagens, atraídos pela sua habilidade muito especial para recuperar corpos mutilados pela guerra, criando assim magníficos seres mecânicos pós-humanos – repletos de complexas engrenagens, placas de ferro, pétalas de cobre, pulmões relojoaria, rodas e pistões –, cada um trazendo para o circo algo nunca visto e sentido antes.

O público se aglomera para ver de perto as proezas desse grupo de pós-humanos fascinantes mas por vezes sombrios. É nesse picadeiro que enxergamos uma parte de nós em uma delicada lente de aumento.

Minha opinião: Bom, posso começar dizendo que eu nunca gostei de circo, tenho medo de palhaços, caras pintadas, etc etc… então fiquei me perguntando (mais de uma vez): Por quê comprei esse livro??? Realmente foi um impulso pela edição ser muito bonita, o livro ser bem elogiado, e por aí vai…

Felizmente foi uma grande surpresa! Não desgostei. No máximo achei OK, mas a história me agradou muito mais do que algumas que li recentemente.

Para começar, a narrativa é fluida, porém não é fácil! Durante toda a história temos pontos de vistas de personagens alternados, sem aviso, e em épocas distintas. Uma hora estamos lendo sob a perspectiva de Little George no presente, mas logo mais somos jogados ao passado pelo ponto de vista da Bird. Esse é só um exemplo, mas o que quero dizer é que é difícil acompanhar os acontecimentos sem prestar muita atenção, pois não existe uma linearidade.

Fora isso não temos uma data precisa em que tudo acontece. O que sabemos é que todos os personagens vivem muitos anos (mais do que nós, humanos, vivemos), e que toda a “tecnologia” por trás dos artistas mecânicos é algo único e particular do circo. Não é um mundo tecnológico, cheio de avanços científicos.. pelo contrário, vemos vilarejos e aldeões em contraste com máquinas equipadas para viver como humanóides.

O enredo, em si, é composto por uma história atual, mas o pano de fundo é formado por várias outras historinhas que contam como o circo se formou. A cada capítulo conhecemos melhor os personagens e conseguimos entendê-los e torcer por eles.

Eu, particularmente, achei a história um pouco séria e com um “quê” triste de fundo. Você acaba a leitura com um sentimento esquisito, que não consigo explicar. Simplesmente é uma história onde você é familiarizado com a morte, então não é muito legal…

Enfim, gostei. Não repetiria a leitura e recomendo apenas para aqueles que estão a fim de um livro mais sério, difícil, melancólico e diferente.

Bjs
Marina

Princesa Mecânica – As Peças Infernais Livro 3

PRINCESA_MECANICAPrincesa Mecânica
De Cassandra Clare

Sinopse oficial: Continuação de Príncipe mecânico, “Princesa Mecânica” é ambientado no universo dos Caçadores de sombras, também explorado na série Os Instrumentos mortais, que chega agora ao cinema. Neste volume, o mistério sobre Tessa Gray e o Magistrado continua. Mas enquanto luta para descobrir mais sobre o próprio passado, a moça se envolve cada vez mais num triângulo amoroso que pode trazer consequências nefastas para ela, seu noivo, seu verdadeiro amor e os habitantes do Submundo.

Minha opinião: Como descrever um livro, ou melhor, uma saga que eu AMEI com todas as minhas forças? Acho que não importa o que eu escreva aqui, nunca vou conseguir traduzir meus sentimentos com esse livro e essa saga… simplesmente eu queria abraçar e beijar todos os personagens e emoldurá-los numa parede. Sim amigos, isso é amor! ❤

Anjo Mecânico foi fantástico, Príncipe Mecânico melhor ainda, mas Princesa Mecânica foi simplesmente SENSACIONAL!!! Superou todas as minhas expectativas, e posso dizer com toda certeza que essa série virou meu xodó! (estou genuinamente triste de ter me despedido desses personagens maravilhosos que viraram meus melhores amigos…)

Esse volume tem de tudo: muita ação, romance, tristeza, alegria… Achei completo e alguns acontecimentos foram inesperados para mim. Teve tanta história que eu senti como se tivesse lido mil páginas!

Todos os personagens – principais e secundários – são muito cativantes e importantes para o desenrolar do livro (amei a presença marcante do Magnus). 🙂 Algumas cenas são hilárias, porém a maior parte desse livro foi tocante – emocionante – a ponto de eu chorar a noite antes de dormir. Gente… fazia tempo que uma série não me fazia sentir desse jeito…

Enfim, com certeza um dos meus livros preferidos da vida toda. Vale muito a pena ler!!!

Bjs
Marina

Posts relacionados:

Anjo Mecânico – As Peças Infernais Livro 1
Príncipe Mecânico – As Peças Infernais Livro 2

Príncipe Mecânico – As Peças Infernais Livro 2

PRINCIPE_MECANICOPríncipe Mecânico
De Cassandra Clare

Sinopse oficial: Tessa Gray não está sonhando. Nada do que aconteceu desde que saiu de Nova York para Londres — ser sequestrada pelas Irmãs Sombrias, perseguida por um exército mecânico, ser traída pelo próprio irmão e se apaixonar pela pessoa errada — foi fruto de sua imaginação. Mas talvez Tessa Gray, como ela mesma se reconhece, nem sequer exista. O Magistrado garante que ela não passa de uma invenção. Para entender o próprio passado e ter alguma chance de projetar seu futuro, primeiro Tessa precisa entender quem criou Axel Mortmain, também conhecido como Príncipe Mecânico.

Minha opinião: FAN-TÁS-TI-CO!!! Gente, me expliquem: por que eu esperei tanto para ler essa trilogia? Fui totalmente conquistada por ela, e mal posso esperar pelo último volume!

Nesse livro, como eu previa, conhecemos um pouco melhor o Jem ❤ e descobrimos os sórdidos motivos do Will para ser como ele é. Confesso que ele tinha razão para agir dessa forma, então está “perdoado”, mas agora que já me apaixonei pelo Jem, não consigo imaginar ele com a Tessa (embora no meu “chutômetro” a Tessa e o Will terminarão juntos).

Alguns outros personagens ganham mais destaque também, e o final foi surpreendente! 😉

Esse volume não tem muitas lutas, guerras, nem muita aventura, mas o que falta nesse quesito é compensado no romance: todos estão em seu ápice, então muitas historinhas acontecem e o livro se torna viciante!

Enfim, eu achei melhor que o primeiro – que já amei – então recomendo demaaaais a leitura!

Bjs
Marina

Posts relacionados:

Anjo Mecânico – As Peças Infernais Livro 1
Princesa Mecânica – As Peças Infernais Livro 3

Anjo Mecânico – As Peças Infernais Livro 1

ANJO_MECANICOAnjo Mecânico
De Cassandra Clare

Sinopse oficial: Anjo mecânico apresenta o mundo que deu origem à série Os Instrumentos Mortais, sucesso de Cassandra Claire. Nesse primeiro volume, que se passa na Londres vitoriana, a protagonista Tessa Gray conhece o mundo dos Caçadores de Sombras quando precisa se mudar de Nova York para a Inglaterra depois da morte da tia. Quando chega para encontrar o irmão Nathaniel, seu único parente vivo, ela descobrirá que é dona de um poder que capaz de despertar uma guerra mortal entre os Nephilim e as máquinas do Magistrado, o novo comandante das forças do submundo.

Minha opinião: Este livro me prendeu do começo ao fim – achei fantástico e extremamente viciante! Já virou um favorito. \o/

Tessa é uma excelente protagonista: não atrapalha, não é inconveniente, é bem engraçada e se comporta como uma dama! Podemos perceber que pelo menos a autora criou uma protagonista amável dessa vez, e não mais uma “Clary da vida”, como em Cidade dos Ossos

Já Will, à primeira impressão, é uma cópia descarada do Jace: arrogante, se acha o melhor em tudo, lindo e com um humor detestável. Sério, faltou criatividade aqui heim Cassandra!

Jem é um fofo, e pelo jeito ganhará mais destaque no próximo livro, então já sei para quem irá minha torcida ❤

Enfim, a história é ótima, os personages são cativantes e, na minha modesta opinião, é infinitamente melhor do que a saga Os Instrumentos Mortais. Mesmo assim, fica claro que são sagas paralelas e que devemos ler ambas. Nessa série não são explicadas tantas coisas sobre o mundo dos caçadores de sombras quanto na outra, então quem não conhece esse cenário pode ficar um pouco perdido.

Só posso dizer que finalmente entendi porque algumas pessoas idolatram a Cassandra. 😉 As aventuras e o romance desse livro são tão boas que vão agradar a todos!

Recomendadíssimo!

Bjs
Marina

Posts relacionados:

Príncipe Mecânico – As Peças Infernais Livro 2
Princesa Mecânica – As Peças Infernais Livro 3

Dearly, Departed – Gone With The Respiration Livro 1

DEARLY_DEPARTEDDearly, Departed
De Lia Habel

Sinopse Oficial: Ela é Nora Dearly, uma garota neovitoriana de 17 anos que sofre com a morte dos pais e vive infeliz aos cuidados da tia interesseira. Ele é Bram Griswold, um jovem soldado punk, corajoso, lindo nobre…e morto!

No ano de 2187, em meio a uma violenta guerra entre vitorianos e punks, surge um perigoso vírus, capaz de matar e trazer novamente à vida. As pessoas tornam-se zumbis, mas nem todos são assassinos e devoradores de carne. Há os que lutam para que o vírus não se espalhe…

Apenas Nora tem o poder da cura em suas mãos, ou melhor, em seu sangue. Ela não sabe disso, e corre perigo. É papel de Bram protegê-la…

Minha opinião: Fascinante!

Confesso que eu comecei a ler o livro achando que ele ia ser bom, mas nada extraordinário… então fui pega de surpresa quando percebi o quão boa é a história!

Primeiro o ambiente: é muito louco pensar que o futuro seria igual ao passado… eu JAMAIS conseguiria seguir as normas da sociedade dessa forma, acho que foi por isso que gostei da Nora – ela não era uma “rebelde”, mas sempre odiou o mundo em que vivia.

Agora sobre o romance: Bram – lindo, encantador, sincero e MEGA fofo! Fiquei encantada e entendo totalmente a atração da Nora por ele. Achei a historinha dos dois bem bonitinha, apesar de se passar no meio de um caos rs e ele também foi uma surpresa para mim, eu imaginava um Bram soldado, “duro”, mas não, ele é o oposto. Uma graça! rs

A narrativa do livro é muito envolvente e tem um ponto forte: cada capítulo é narrado do poto de vista de um personagem diferente, então você sabe de tudo e de todos! Muito legal!

Simplesmente amei o livro! O que me deixa triste é saber que o próximo (Dearly, Beloved) vai demorar um bocado ainda para lançar aqui no Brasil 😦 Mas vou esperar ansiosamente 😉

Bjs
Marina