Iluminadas

ILUMINADASIluminadas
De Lauren Beukes
Editora Parceira: INTRÍNSECA

Sinopse: Harper Curtis é um assassino que vem do passado. Kirby Mazrachi é a garota que estava destinada a não ter um futuro.

Chicago, 1931. Harper Curtis, um andarilho violento, invade uma casa abandonada que esconde um segredo tão chocante quanto improvável: quem entra ali é transportado no tempo. Instigado por um comando que parece vir da própria casa, Harper persegue as “meninas iluminadas” – garotas cuidadosamente escolhidas em diferentes décadas – com o objetivo de matá-las. Voltando no tempo após cada assassinato, seus crimes são perfeitos e impossíveis de serem rastreados. Ou pelo menos é o que ele pensa.

Chicago, 1992. Kirby Mazrachi viu sua vida ser destroçada após um ataque brutal que por pouco não a levou à morte. Incapaz de esquecer tal acontecimento, Kirby investe seus esforços em encontrar o homem que tentou assassiná-la. Seu único aliado é Dan, um ex-repórter policial que cobriu seu caso e agora aparentemente está apaixonado por ela. À medida que a investigação de Kirby avança, ela descobre outros casos semelhantes ao seu – e garotas que não tiveram a mesma sorte que ela – ligados por evidências que parece impossíveis. Mas, para alguém que deveria estar morto, impossível não significa que não tenha acontecido.

Minha opinião: Para quem gosta de um bom suspense policial, esse livro é um prato cheio!

A narrativa merece toda uma atenção especial: de um lado temos Harper, numa narrativa não-linear, viajando através do tempo em busca de suas garotas iluminadas; por outro, temos Kirby (adorei esse nome! rs), que tem uma narrativa linear, tentando achar o homem resposnsável por seu quase assassinato.

Devo dizer que a autora escreve muito bem. Eu diria que a escrita dela é impecável, mas o desenrolar da história deixou alguns pontos a desejar… um deles é a infância de Harper – eu honestamente gostaria de ter lido mais sobre essa época, pois o pouco que vimos foi muito interessante. Acho que ela podia ter abordado mais esse assunto, pois talvez isso explicasse porque ele se tornou essa pessoa.

Alguns capítulos eram narrados por Kirby, outros por Harper, mas também tínhamos diversos outros narradores, como as meninas que ele matou ou um policial envolvido no caso. No geral, acho que foram pontos de vista demais. No começo fiquei super confusa e demorei um bocado para entrar na história, mas no final já estava habituada e devorei as últimas páginas! Entretanto ainda acho que alguns pontos de vista eram desnecessários. :p

Infelizmente esse tipo de livro não é meu favorito. O que chamou minha atenção foram as críticas muito boas e a capa, então foi mais uma tentativa de sair do meu lugar comum. Realmente acho que quem gosta de suspence e de livros policiais vai amar (vou emprestar para minha vó!), mas não fez o meu estilo… inclusive, quem não curte esse tipo de leitura pode se sentir um pouco cansado com ela, pois são muitos detalhes e temos que ficar atentos a todo instante.

Em suma achei um livro muito bom, com um final um pouco atravessado e rápido, mas muito original – uma ótima pedida 😉

Bjs
Marina

Garota Exemplar

GAROTA_EXEMPLARGarota Exemplar
De Gillian Flynn

Sinopse: Na manhã de seu quinto aniversário de casamento, Amy, a linda e inteligente esposa de Nick Dunne, desaparece de sua casa às margens do Rio Mississippi. Aparentemente trata-se de um crime violento, e passagens do diário de Amy revelam uma garota perfeccionista que seria capaz de levar qualquer um ao limite.

Pressionado pela polícia e pela opinião pública – e também pelos ferozmente amorosos pais de Amy –, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamentos inapropriados. Sim, ele parece estranhamente evasivo, e sem dúvida amargo, mas seria um assassino? Com sua irmã gêmea Margo a seu lado, Nick afirma inocência. O problema é: se não foi Nick, onde está Amy? E por que todas as pistas apontam para ele?

Minha opinião: UAU! Excelente e imprevisível!

Para quem gosta de mistérios, romance, suspence, reviravoltas e um quê policial, esse livro é simplesmente perfeito! Você nunca sabe direito em quem acreditar, confiar, gostar, etc. A autora conseguiu criar uma história mirabolante e com tantas surpresas que não conseguimos nem imaginar o final. É impossível prever o que vai acontecer, com quem, e como tudo se resolverá.

Foi um livro, a princípio, fora da minha zona de conforto. Eu já tinha me interessado e baixado gratuitamente na internet, mas ele estava parado… abandonado no meu kobo. minha amiga começou a ler e disse que era fantástico, então finalmente eu criei coragem e resolvi investir na leitura.

O começo foi um pouco difícil, arrastado… mas chegamos em uma determinada parte do livro em que é impossível largar! Você quer saber TUDO e precisa saber o que vai acontecer em seguida. É incrível essa transição, porque ocorre de maneira natural – você simplesmente se apaixona pelo livro! s2

Ponto super positivo: a narrativa é feita em um capítulo sob a visão de Nick, no presente, e no próximo pela visão da Amy, narrada em um diário no passado. É sensacional!

Livro recomendadíssimo! E, ainda nesse ano, teremos o filme saindo!!! \o/ (ainda não tem trailer 😦 )

Bjs
Marina

O Caso Laura

O_CASO_LAURAO Caso Laura
De André Vianco

Sinopse oficial: “O Caso Laura” conta a história de um detetive particular contratado para investigar os encontros que Laura mantém com um homem misterioso. Inicialmente, as gravações das conversas da protagonista com o estranho não revelam nada de espetacular; mas quando o investigador passa a seguir o enigmático sujeito, revelações conduzem a narrativa para o desfecho.

Minha opinião: Com uma classificação beirando 5 estrelas eu só poderia esperar um livro maravilhoso. Infelizmente não foi o que achei deste livro: foi chato, monótono, detalhista demais e com um final que honestamente não me agradou em nada.

Laura é uma protagonista no ápice da depressão, então é demasiadamente chata e tudo que faz é se lamentar. Eu entendo que quem sofre de depressão enfrenta isso em seu dia-a-dia sim, mas, sinceramente, não é algo legal para se ler num livro, a não ser que você esteja procurando exatamente por isso. (o que obviamente não era o meu caso)

Já Marcel dá um pouco de alegria às páginas, com seu humor um pouco melhor e sua curiosidade investigativa.

Temos um terceiro protagonista que tem uma história paralela – Alan – mas que aparece apenas para provar o ponto final da história, fato que eu não gostei pois achava que as duas histórias se cruzariam e que seria algo totalmente interligado.

Em resumo, sei que o André Vianco é um autor respeitadíssimo e minha irmã já leu suas obras e elogia bastante, mas esse primeiro livro que li me deixou decepcionada. O final não me agradou e achei a leitura arrastada… poderia ser mais fluida e interessante.

Bjs
Marina

O Natal de Poirot

O_NATAL_DE_POIROTO Natal de Poirot
De Agatha Christie

Sinopse oficial: Véspera de Natal. A reunião da família Lee é arruinada pelo barulho ensurdecedor de móveis sendo destroçados, seguido de um grito agudo e sofrido. No andar de cima, o tirânico Simeon Lee está morto, numa poça de sangue, com a garganta degolada. Mas quando Hercule Poirot, que está no vilarejo para passar o Natal com um amigo, se oferece para ajudar, depara-se com uma atmosfera não de luto, mas de suspeitas mútuas. Parece que todos tinham suas próprias razões para detestar o velho…

Minha opinião: Falando como uma virgem de Agatha Christie, minhas espectativas estavam bem altas quanto a esse primeiro livro.

Achei a escrita muito fácil e fluida, o que eu realmente não esperava porque tinha a impressão de que por serem escritos em outra época os livros seriam mais formais e rebuscados.

A narrativa aconteceu por diversos pontos de vista, principalmente de Poirot, mas nem dessa forma conseguimos acompanhar tudo o que está acontecendo, ou descobrir quais são as intenções de todos. Juro que me senti como se estivesse jogando Detetive, tentando adivinhar quem matou, em qual sala e com qual arma!

O enredo não estava me empolgando muito e eu já tinha dado vários chutes sobre o culpado, mas no final levei um golpe mortal e quase caí da cadeira, pois eu NUNCA teria considerado o que aconteceu. Foi realmente uma surpresa e entendi porque essa mulher é considerada a mestre do suspense policial.

Como não sou fã desse gênero, vou demorar bastante até ler outro livro parecido, até mesmo dela, mas recomendo para todos a leitura e quem é fã com certeza vai amar!

Ah! E o livro é tão curtinho que em algumas horas é capaz de ser devorado 😉 rsrs

Bjs
Marina

Gone – Desaparecer

GONEGone
De Lisa McMann

Sinopse Oficial: No início Janie acreditava que já sabia o que o futuro lhe reservava e pensou que estava em paz com isto. Mas, o que Janie não suportou, foi ver Cabel afundando com ela.

Janie só vê uma maneira de dar a Cabel a vida que ele merece – ela precisa desaparecer. Mas isto pode destruir os dois. Então, um estranho entra em sua vida – e tudo se desfaz. Seu futuro, antes previsto, sofre uma reviravolta trágica e suas escolhas se tornam mais terríveis do que Janie jamais imaginou. Ela só precisa escolher o menor dos dois males. E o tempo está se esgotando…

Minha opinião: Bom, como aconteceu com o segundo volume, este terceiro também está bem mais maduro. Os problemas da Janie começam a ficar mais difíceis de enfrentar e ela precisa tomar uma decisão muito complicada.

Esse livro é bom, igual aos anteriores, mas comecei a ler passado muito tempo do segundo, então o começo foi um martírio para mim… pensei até em desistir! Mas conforme fui avançando na leitura foi ficando mais fácil e consegui finalizá-la.

A relação dos dois (Janie e Cabel) está mais estável, adulta… aliás, uma coisa que senti no livro todo foi uma sensação de realidade muito forte. Os pensamentos dela são tão sinceros e os acontecimentos são tão crus que acabam se tornando muito reais.

Não temos a questão policial envolvida nesse volume, o que eu particularmente gostei, e acho que uma boa forma de resumir a série seria: Boa, diferente e verdadeira.

Recomendo a leitura para aqueles que curtem um livro mais sério. Aliás, recomendo não só esse livro, mas a trilogia toda.

Bjs
Marina 

Posts Relacionados:

Wake – Despertar
Fade – Desvanecer

Eu Mato

EU_MATO_1267371606PEu Mato
De Giorgio Faletti

Sinopse Oficial: Neste thriller de estreia de Giorgio Faletti, um agente do FBI e um detetive enfrentam um serial killer em Montecarlo, no glamoroso Principado de Mônaco. Trata-se do caso mais angustiante de suas carreiras: capturar o assassino que anuncia seus próximos alvos por meio de enigmas propostos em telefonemas para um programa de rádio, conduzido por um apresentador carismático.

Para confundir a polícia, músicas são utilizadas como pistas dos crimes, cujas doses de barbárie e astúcia abatem e desnorteiam policiais, investigadores e psiquiatras. Os assassinatos, caracterizados pela frase “Eu mato” escrita com sangue, são marcados por uma violência que não poupa nem mesmo a pele das vítimas.

Minha opinião: Peguei este livro emprestado com uma amiga minha que garantiu que a leitura seria excelente, mas eu nunca tinha lido esse tipo de livros com envolvimento policial, detetives e assassinatos. Descobri que gosto, e muito!

Giorgio Faletti consegue ser um mestre no suspense e ao mesmo tempo nos causar arrepios com as cenas de terror. É um livro perfeito para quem é fã do gênero, e muito bem escrito!

Ele tem tudo na medida certa: muito suspense, um pouco de terror, loucura, amor, ódio, vingança, alegria, tristezas, inocência, etc, etc. Eu diria que é um livro completo! A leitura no entanto é bem cansativa para quem não é acostumado a esse tipo de livro: ele é muito extenso, as letras são bem pequenas e achei que o autor exagera um pouco nas descrições.

Mas enfim, essa é uma obra prima! O final é surpreendente, e, apesar de terminar de uma maneira boa, eu fiquei com aquela sensação triste quando acabei a leitura. Acho que ele é bem pesado, então não recomendo para pessoas que são muito “impressionáveis”. Fora que, como disse outra amiga minha, se você ler no metrô é capaz das pessoas te olharem um pouco torto… rsrs

No geral gostei muito e recomendo demais!

Bjs
Marina

Fade – Desvanecer

FADEFade – Desvanecer
De Lisa McMann

Sinopse Oficial: Em “Fade”, a segunda parte da trilogia Wake, a vida real para Janie e Cabel está se tornando mais difícil do que os sonhos. Eles estão tentando (em segredo) passar um tempo juntos, mas ainda não tiveram esta sorte.

Coisas perturbadoras estão acontecendo em Fieldridge High, mas ninguém quer falar a respeito. Quando Janie penetra os pesadelos violentos de um colega de classe, o caso finalmente se torna claro, mas nada sai como o planejado. A cabeça confusa de Janie e o comportamento chocante de Cabe têm graves consequências para ambos. Pior, Janie descobre a verdade sobre si mesma e sua habilidade. E é desolador. Não só o seu destino está selado, como o que está por vir é muito mais sombrio do que seu pior pesadelo…

Minha opinião: Um bom livro! Foi uma boa continuação para o Wake, mas começa um pouco lento… até pegar o ritmo demora um pouquinho, mas depois que pega melhora muito!

Agora que a Janie já está mais “ciente” dos seus dons, a história começa a ficar um pouco mais bem explicada, madura e envolvente. Até consegui entender o envolvimento policial dela! rsrs E confesso que fiquei MORTA de curiosidade quando descobri o final, e PRECISO ler o último livro da trilogia!!!

O relacionamento dela com o Cabel (odiei esse nome) começa a ficar boa! Pra mim foi uma boa evolução do primeiro volume!!!

Bjs
Marina

Posts Relacionados:

Wake – Despertar
Gone – Desaparecer

Wake – Despertar

Wake – Despertar
De Lisa McMann

Sinopse: A história fala sobre Janie, uma garota de 17 anos que é “sugada” para dentro dos sonhos
de outra pessoa: sempre que ela dorme perto de alguém ela acaba entrando no sonho dela e asisstindo o que acontece, seja ele alegre, triste ou perturbador. E o pior: não consegue interferir!

Sem poder contar para ninguém sobre o que acontece com ela, Janie se acha uma aberração, e vive
amaldiçoada com uma habilidade que não pode controlar.

De repente, ela acaba presa dentro de um pesadelo horrível e aterrorizante. Pela primeira vez, ela
deixa de ser expectadora e se torna uma participante…

Minha opinião: O livro tem uma história bem interessante e achei a idéia bem original. Mas infelizmente tem algumas coisinhas no livro que me decepcionaram um pouco.

Não gostei do rumo policial que a série tomou no final desse livro. Estranho, porque na minha visão a parte fantasiosa do livro está super ok, mas a parte “real” do livro está muito fantasiosa… conseguem entender? Me lembrou um pouco a série Medium, onde uma pessoa paranormal cai de pára-quedas em uma investigação policial e de repente vira peça-chave.

Também não gostei muito da personalidade do personagem principal masculino, mas acho que só não fui com a cara dele mesmo.

Tirando isso, o restante do livro é bem legal, tem até um romance e a leitura te prende até o final. A linguagem é um meio termo entre adulto e adolescente. Achei um pouco estranho, mas para mim, é uma leitura OK.

Bjs,
Marina

Posts Relacionados:

Fade – Desvanecer
Gone – Desaparecer