Encruzilhada – Encruzilhada Livro 1

ENCRUZILHADA_1434472899456727SK1434472899BEncruzilhada
De Kasie West

Sinopse oficial: A vida de Addison Coleman é um grande “e se…?”, graças à sua habilidade especial: Investigar Destinos. Addie é capaz de prever duas possibilidades de seu futuro toda vez que precisa tomar uma decisão. Quando os pais dela anunciam o divórcio, a garota deve escolher se vai morar com o pai entre os Normais ou se prefere ficar com a mãe no Complexo Paranormal. Para ter certeza do que a espera, Addie resolve Investigar. Em uma alternativa, ela conhece Trevor, um Normal sensível com quem logo sente uma conexão. Na outra, se envolve com Duke, o garoto mais popular da escola Paranormal. E agora, em qual futuro Addison estará disposta a viver?

Minha opinião: Ahhhhh estava demorando pra surgir mais um favorito esse ano, mas felizmente eu ME APAIXONEI por essa história e ela se tornou um xodó! rsrs

Encruzilhada parecia um livro despretensioso, mas me surpreendi com seu enredo cheio de super poderes mentais, uma narrativa alternada de tirar o fôlego e personagens extremamente cativantes. ❤

Addie parecia tão chatinha no começo, mas eu gostei dela. Só não sei se concordo muito com umas escolhas dela, mas são sempre coerentes: entendo perfeitamente suas atitudes e seus motivos. É uma pessoa boa, acima de tudo, então simpatizei com a menina, rsrsrs. TREVOR: perfeito! Tímido, correto e apaixonante. Laila: um pouco empolgada demais para o meu gosto mas ok… Duke: não posso dizer exatamente o que eu penso dele pois seria categorizado como spoiler (hehe) mas no geral não gosto dele.

A autora conseguiu achar um meio de nos manter entretidos até o fim com uma narrativa cheia de emoções conflitantes e ganchos maravilhosos entre um capítulo e outro. É suave e uma leitura bem fácil (poderia ter tentado ler em inglês se eu soubesse antes), e esses capítulos alternados sempre me pegam de jeito, né? Como adoro esse tipo de coisa… um capítulo fala da vida de Addie morando com o pai e outra morando com a mãe, e é incrível como uma complementa a outra sem ela saber… te deixa aflito!

O cenário é daqueles ao qual sempre quisemos pertencer: imagina uma sociedade secreta cheia de gente com poderes e muita tecnologia avançada… adoro! E a mistura entre esse mundo e o mundo “normal” é ainda mais legal. Queria muito que as coisas tivessem sido ligeiramente diferentes no final mas olha, vou dizer que foi um bom final!

O segundo volume do livro sai no ano que vem, pela Editora Seguinte, ainda no primeiro semestre. Estou ansiosa SIM ou COM CERTEZA??? hehehe

Eu AMEI! Recomendo muito! 😀

Bjs
Marina

Canção da Rainha – Um conto da série A Rainha Vermelha

CANCAO_DA_RAINHACanção da Rainha
De Victoria Aveyard

Sinopse oficial: Neste conto que se passa no universo da série A Rainha Vermelha, você terá acesso ao diário secreto da rainha Coriane, primeira esposa do rei Tiberias VI e mãe de Cal. Presente de seu querido irmão Julian, o caderno se tornou o único lugar onde a nobre prateada podia desabafar sem que seus pensamentos e emoções fossem usados contra ela.

Ainda jovem, Coriane Jacos foi obrigada a se mudar para o palácio real e lutava para lidar com os perigos e armadilhas do convívio com as outras Grandes Casas. A garota e o então príncipe herdeiro ficaram cada vez mais próximos, provocando a inveja e o ciúme de outras jovens da nobreza, sobretudo Elara Merandus — que tinha o poder assustador de entrar na mente das pessoas. Apaixonado, o príncipe descartou a Prova Real e escolheu Coriane como sua esposa, mas a vida da jovem rainha estava muito longe do tradicional “felizes para sempre”…

Minha opinião: achei que o livro fosse contar a história da rainha Coriane já na corte, casada com o rei e tudo mais, mas ele começou bem lá atrás, antes deles ao menos se encontrarem pela primeira vez.

Achei toda essa parte do antes insignificante. Por ser um livro curto, não achei que precisássemos formar uma conexão com essa personagem (que inclusive já morreu), então estava mais interessada em saber o que ela iria contar sobre a corte… mas isso só aconteceu depois da página 30 (ele tem 50 páginas).

Então no geral não foi um conto que eu amei de paixão. Foi muito bom relembrar um pouco do universo de “A Rainha Vermelha” enquanto o próximo volume não chega, mas a imersão nesse mundo foi a única coisa que me prendeu a atenção. Além do final, é claro. Foi chocante!

Não tenho muito o que dizer de apenas 50 páginas, mas gosto desses contos que os autores fazem entre um volume e outro, então mesmo que não tenha amado eu curto essa experiência, e espero que a editora lance o próximo conto (que já existe em inglês) em breve. 😀

Bjs
Marina

Dias Perfeitos

DIAS_PERFEITOS_1394296860BDias Perfeitos
De Raphael Montes

Sinopse: Téo é um solitário estudante de medicina que divide seu tempo entre cuidar da mãe paraplégica e examinar cadáveres nas aulas de anatomia. Durante uma festa, ele conhece Clarice, uma jovem de espírito livre que sonha tornar-se roteirista de cinema. Ela está escrevendo um road movie sobre três amigas que viajam em busca de novas experiências.

Obcecado por Clarice, Téo quer dissecar a rebeldia daquela menina. Começa, então, uma aproximação doentia que o leva a tomar uma atitude extrema. Passando por cenários oníricos, que incluem um chalé em Teresópolis e uma praia deserta em Ilha Grande, o casal estabelece uma rotina insólita, repleta de tortura psicológica e sordidez. O efeito é perturbador. Téo fala com calma, planeja os atos com frieza e justifica suas atitudes com uma lógica impecável.

Minha opinião: senti medo ao ler esse livro. Medo porque eu já tive minha fase inconsequente, assim como a Clarice (mocinha da história), e o que aconteceu com ela podia ter acontecido comigo. Com qualquer um. Mais uma vez fiquei pensando como a gente não conhece ninguém mesmo nessa vida e não podemos nunca confiar nas pessoas que mal conhecemos…

Sim, é um livro perturbador. Téo, o personagem principal, é nitidamente um psicopata, ou sei lá, tem alguma doença mental muito grave: falta empatia, falta amor, falta carinho e sobra obsessão. Ele realmente acha que as atitudes que toma estão corretas e que os errados são os outros e não ele. o.O

Não é possível obter qualquer tipo de identificação com ele, o que é um pouco esquisito, já que sempre esperamos nos conectar com os personagens principais. E a Clarice acabou se mostrando mais esperta do que eu achava no início… no final do livro fiquei triste pelo fim que a aguardou. Ela não merecia tudo que aconteceu com ela, mas essa é a questão, não é? – Ninguém merece. Esses psicopatas são simplesmente loucos! Ninguém está a salvo!

Enfim, foi mesmo perturbador gente, fiquei “impressionada”, rsrsrsr. Aliás, fiquei mesmo muito surpresa (positivamente) com essa leitura: é muito bom ver mais um autor nacional escrevendo livros tão interessantes e diferentes. 🙂

A narrativa dele é instigante – o começo é meio paradinho mas de repente somos fisgados e não conseguimos parar de ler. Recomendo!

Bjs
Marina

Atualização – Meu livro de colorir: Jardim Secreto

Oi pessoal, tudo bem?

Bom, para esse feriado não ficar “vazio”, pensei em postar uma atualização do meu livro de colorir para vocês verem que, apesar da empolgação para comprá-lo, eu raramente pinto alguma coisa! kkkkkk

Brincadeiras à parte, realmente não costumamos pintar muito, mas sempre que o fazemos é um tempinho tão gostoso mãe-e-filha que vale muito à pena. 🙂

No começo não tínhamos nenhuma técnica. Éramos duas “crianças” pintando de qualquer jeito… mas, ultimamente, estamos assistindo alguns vídeos e aprendendo algumas técnicas que SUPER ajudam na pintura e meio que mudaram minha vida artística hauhauhaua (vocês vão conseguir ver essa “evolução” pelas fotos). Vou deixar também o link para alguns vídeos bacanas abaixo, ok? Quem sabe inspira vocês também. 😉

Bjs
Marina

NOSSO LIVRO:

1

2

3

45

6

7

8

imagem8

VÍDEOS TUTORIAIS:

A Herdeira – A Seleção Livro 4

A_HERDEIRA_1424838499437922SK1424838499BA Herdeira
De Kiera Cass

Sinopse oficial: Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, filha do casal.

Prestes a conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, ela não tem esperanças de viver um conto de fadas como o de seus pais… Mas assim que a competição começa, ela percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto parecia.

Minha opinião: cheguei a falar mal da autora por ter feito mais um livro dessa saga. “- O terceiro finalizou a história, o que mais precisava contar??? É só para ganhar dinheiro!”. Realmente a história de Meri e Maxon tinha acabado, mas o universo da Seleção podia ser mais explorado, e foi exatamente o que aconteceu aqui.

A princípio pensei que Eadlyn, a filha mais velha deles e protagonista da história, fosse apenas uma mimada babaca. Com o tempo descobri que ela era ainda pior: mimada, babaca e nervosa. Odeio gente nervosa, rsrs. Mas, com o passar da história ela foi mudando… se transformando em alguém melhor, mais romântica e uma menina diferente – uma menina de quem é possível gostar e sentir empatia. Acabei o livro com sentimentos bons em relação a ela e uma promessa de um quinto livro avassalador!

Novamente temos um processo de seleção, mas dessa vez com 35 homens concorrendo pela mão dela. Oi? 35 homens? Sim, isso mesmo. Deus, pode me trazer todos eles porque já estou preparada!!! auhauahuahua Claro que temos alguns personagens favoritos e eu acho que já desvendei quem será o escolhido (ou pelo menos os dois responsáveis pelo triângulo amoroso que eu espero encontrar no próximo volume), mas a história não é previsível. É boa e dentro de um cenário que tanto amamos, o que a torna ainda melhor. ❤

Gostei muito do livro! Não tem o que falar da escrita da Kiera, é maravilhosa, e ele foi tão curtinho que queria mais! Com tanta gente falando mal eu estava com medo da leitura, mas ela superou minhas expectativas.

Enfim, recomendo para todos os fãs da seleção: não sejam preconceituosos como eu fui e dêem uma chance. 🙂

Bjs
Marina

Um Mais Um

UM_MAIS_UM_1420727983430500SK1420727983BUm Mais Um
De Jojo Moyes

Sinopse oficial: Há dez anos, Jess Thomas ficou grávida e largou a escola para se casar com Marty. Dois anos atrás, Marty saiu de casa e nunca mais voltou. Fazendo faxinas de manhã e trabalhando como garçonete em um pub à noite, Jess mal ganha o suficiente para sustentar a filha Tanzie e o enteado Nicky, que ela cria há oito anos.
Jess está muito preocupada com o sensível Nicky, um adolescente gótico e mal-humorado que vive apanhando dos colegas. Já Tanzie, o pequeno prodígio da matemática, tem outro
problema: ela acabou de receber uma generosa bolsa de estudos em uma escola particular, mas Jess não tem condições de pagar a diferença. Sua única esperança é que a menina vença uma Olimpíada de Matemática que será disputada na Escócia. Mas como eles farão para chegar lá?

Enquanto isso, um dos clientes de faxina de Jess, o gênio da computação Ed Nicholls, decide se refugiar em sua casa de veraneio por causa de uma denúncia de práticas ilegais envolvendo sua empresa. Entre ele e Jess ocorre o que pode ser chamado de ódio à primeira vista. Mas quando Ed fica bêbado no pub em que Jess trabalha, ela faz questão de deixá-lo em casa, em segurança.

Em parte agradecido, mas principalmente para escapar da pressão dos advogados, da ex-mulher e da irmã — que insiste em que ele vá visitar o pai doente —, Ed oferece uma carona a Jess, os filhos e o enorme cão da família até a cidade onde acontecerá o torneio. Começa então uma viagem repleta de enjoos, comida ruim e engarrafamentos. A situação perfeita para o início de uma história de amor entre uma mãe solteira falida e um geek milionário.

Minha opinião: como vocês sabem, depois de Como eu Era Antes de Você eu virei uma fã dessa autora. Porém, A Garota Que Você Deixou Pra Trás me deixou muito decepcionada, então estava sem muitas expectativas para esse livro… mas ele é maravilhoso! ❤

Novamente Jojo Moyes volta com personagens cativantes, histórias profundas e um romance autêntico. Se esse fosse o primeiro livro que eu tivesse lido dela também viraria uma fã, porque além do enredo e dos personagens ela escreve muito bem!

O livro é narrado sobre 4 pontos de vista: Jess, seus dois filhos – Nicky e Tanzie – e Ed. Os capítulos são alternados mas temos muito mais narrados por Jess, o que foi (no começo) um pouco ruim para mim pois não fui com a cara dela… mas, depois que a conheci melhor, acabei curtindo sua companhia. Nicky é a maior surpresa do livro: você nunca sabe o que esperar dele e, uma pessoa que parecia totalmente deslocada, na verdade é um poço de emoções.

Eu não sei que história eu esperava, mas certamente não era essa. Gostei muito do cenário que envolve uma viagem e aquele tipo de situação em que passamos vários dias viajando e a vida real, fora dali, fica em segundo plano.

Não é uma história cansativa, não é pesada demais mas também não é levíssima – é na medida certa! Recomendo para todos que curtem um bom romance. 😉 Essa mulher é demais! rsrs

Bjs
Marina

Cinder – Crônicas Lunares Livro 1

CINDER_1368061312BCinder
De Marissa Meyer

Sinopse oficial: Num mundo dividido entre humanos e ciborgues, Cinder é uma cidadã de segunda classe. Com um passado misterioso, esta princesa criada como gata borralheira vive humilhada pela sua madrasta e é considerada culpada pela doença de sua meia-irmã. Mas quando seu caminho se cruza com o do charmoso príncipe Kai, ela acaba se vendo no meio de uma batalha intergaláctica, e de um romance proibido, neste misto de conto de fadas com ficção distópica.

Minha opinião: vou começar dizendo que esse livro foi, aos poucos, ganhando meu respeito. Afinal, não é qualquer autor que consegue juntar um conto de fadas, androids, ciborgues e seres que moram na lua com poderes mágicos em um único livro de forma coerente. kkkk Sim, temos todos esses elementos e o resultado é muito bom! *-*

Cinder é mais calma que a maioria das protagonistas… um pouco apagadinha, mas gostável. Já Kai é um cara aparentemente introspectivo mas que tem muito mais sentimentos do que podemos imaginar. Gostei de ter o ponto de vista dele também, mesmo que poucas vezes, porque o conhecemos melhor e percebemos o grande homem – honesto e correto que ele é. Um gato também, óbvio, mas é sempre assim né? kkkk Ahhh mas a Iko foi a minha personagem preferida, que graça essa android minha gente! Dona de uma super personalidade. ❤

A história não é tão cativante no começo, demorou um pouco para eu me interessar de verdade, mas não tem como: tudo é muito original! Esse enredo tem sim seus clichês e algumas situações óbvias que sacamos logo na metade do livro, mas ele é original à sua maneira. A autora está de parabéns! Não consigo nem imaginar como ela bolou tudo isso em sua mente. rsrs

São poucas páginas, os personagens são bem moldados e temos uma narrativa fluida e tranquila. Gostei muito da história! Recomendo e com certeza vou ler o próximo volume. 😉

Bjs
Marina

Red Hill

RED_HILL_1429033419444206SK1429033419BRed Hill
De Jamie McGuire

Sinopse: Para Scarlet, cuidar de suas duas filhas sozinha significa que lutar pelo amanhã é uma batalha diária. Nathan tem uma mulher, mas não se lembra o que é estar apaixonado; a única coisa que faz a volta para casa valer a pena é sua filha Zoe. A maior preocupação de Miranda é saber se seu carro tem espaço suficiente para sua irmã e seus amigos irem viajar no fim de semana, escapando das provas finais da faculdade.

Quando a notícia de uma epidemia mortal se espalha, essas pessoas comuns se deparam com situações extraordinárias e, de repente, seus destinos se misturam. Percebendo que não conseguiriam fugir do perigo, Scarlet, Nathan, e Miranda procuram desesperadamente por abrigo no mesmo rancho isolado, o Red Hill. Emoções estão a flor da pele quando novos e velhos relacionamentos são testados diante do terrível inimigo – um inimigo que já não se lembra mais o que é ser humano.

Minha opinião: Ok, agora consigo entender porque essa autora bombou com a saga do Belo Desastre: ela escreve muito bem! A narrativa é fluida, temos personagens fortes e sentimentos fáceis de nos identificarmos. Ela prende nossa atenção da primeira à última página!

O livro é narrado por 3 pontos de vista: Scarlet, Nathan e Miranda. No começo eu era louca pela perspectiva da Scarlet e odiava a Miranda. Com o final se aproximando eu rezava pra Miranda aparecer mais vezes e a Scarlet menos. huahauhaua O Nathan era sempre interessante. Que homem!

Por se tratar de um livro de zumbis é automático assumirmos que existirá uma leva de perdas, mas eu não estava preparada para duas perdas que aconteceram… fiquei meio desnorteada e não consegui entender porque a autora escolheu esse fim para esses personagens… enfim, culpa minha me apegar demais. 😦

Apesar de todo o foco na infecção, achei que se trata primordialmente de relacionamentos e de como lidamos com as situações inesperadas. Enquanto uns surtam, outros são mais práticos, e não há espaço para apegos, mas mesmo assim sempre surge um romance… olha, gostei bastante de como tudo se desenrolou, foi super natural. Ponto positivo!

Enfim, gostei muito do livro, achei uma ótima leitura e, embora seja um tema comum, acho que não foi mais do mesmo… super recomendo! 🙂

Bjs
Marina

Uma Vez – Trilogia Eva Livro 02

ONCE_1421453346431798SK1421453346BUma Vez
De Anna Carey

Sinopse oficial: Pela primeira vez desde que fugiu da escola, muitos meses atrás, Eva pode dormir tranquila. Ela está morando em Califia, um refúgio para mulheres, protegida do aterrorizante destino reservado às meninas órfãs na Nova América. Mas a estabilidade tem um preço: foi obrigada a se separar de Caleb, o garoto que ama. Mas, quando fica sabendo que ele está em perigo, abandona tudo para encontrá-lo e acaba caindo em uma armadilha. Agora, presa na Cidade de Areia e vigiada 24 horas por dia, Eva descobre um segredo de seu passado que não poderia ter imaginado nem em seu pior pesadelo.

Minha opinião: No começo estava bem desacreditada com essa série – os primeiros capítulos foram um martírio! Eu não lembrava nada, não entendia nada e, honestamente, foi tudo muito chato. Mas aí o livro deu uma guinada e eu fui pega (de surpresa) saboreando cada detalhe da história.

Tenho que dizer que é muito estranho ler um livro tão objetivo como esse: não tem enrolação, não tem mimimi e não tem demora… é tudo pá-pum! Mas isso é bom e ruim ao mesmo tempo, porque eu sinto falta sim de um desenvolvimento no romance, aquela coisa do clima que vai ficando maior, os pensamentos que vão aumentando as emoções… isso faltou! Mas para quem gosta de ação é muito bom, porque acontece tudo de uma maneira rápida e prática.

Como eu falei, os sentimentos não são muito desenvolvidos, então tive dificuldade em entender o amor da Eva e do Caleb. Além disso, sabemos muito pouco sobre ele, enquanto ela para mim é uma incógnita: como pode uma menina que foi criada tão inocente e pura se jogar de cabeça em umas causas perigosas e em um amor que contradiz tudo que ela já acreditou um dia? Ok, se tivéssemos mais tempo desenvolvendo o romance seria algo normal, mas achei forçado demais o relacionamento dos dois.

Os acontecimentos no entanto não foram previsíveis e deixaram o livro muito mais interessante. Os personagens secundários são fortes e alguns até roubam a cena (Arden, minha querida, você merece um livro só seu!), então vou ser sincera e dizer que o livro ganha pontos apenas por causa disso.

Resumindo: a saga não é das melhores. É boa sim, é rápida e tem uma história original, mas não vale a pena. Tem muitas outras mais legais por aí… mas, claro, se você quiser uma coisa leve, rápida e sem compromisso, pode sempre optar por ela.

Bjs
Marina