O Despertar do Príncipe – Deuses do Egito Livro 1

O_DESPERTAR_DO_PRICIPE_1434660619511306SK1434660619B28
De Colleen Houck

Sinopse oficial: Quando a jovem de dezessete anos, Lilliana Young, entra no Museu Metropolitano de Arte certa manhã, durante as férias de primavera, a última coisa que esperava encontrar é um príncipe egípcio ao vivo com poderes divinos, que teria despertado após mil anos de mumificação.

E ela realmente não poderia imaginar ser escolhida para ajudá-lo em uma jornada épica que irá levá-los por todo globo para encontrar seus irmãos e completar uma grande cerimônia que salvará a humanidade.

Mas o destino tem tomado conta de Lily, e ela, juntamente com seu príncipe sol, Amon, deverá viajar para o Vale dos Reis, despertar seus irmãos e impedir um mal em forma de um deus chamado Seth, de dominar o mundo.

Minha opinião: Minhas primeiras impressões sobre esse livro estavam todas erradas: odiei a capa, achei que seria um livro bem besta e totalmente infantil. Eu nunca tinha lido nenhum livro dessa autora, então não sabia o que esperar, e o que encontrei foi uma paixão maravilhosa! ❤ ❤ ❤

A história não é infantil. A protagonista (Lily) tem 17 anos mas não achei juvenil como eu pensei que fosse. O humor do livro também é muito bom – dei risada muitas vezes e tinha hora que era um mico atrás do outro – morri de rir! AMEI! O cenário (egito e tudo mais) é FASCINANTE, e a mitologia deles é demais também. Eu, que AMO mitologias (grega/romana/egípcia/Maia/Inca/Asteca….) fiquei apaixonada pelo livro e não queria que acabasse NUNCA!

Outra coisa pela qual me apaixonei foram os personagens masculinos. Amon, claro, foi o arrebatador de corações, mas seus irmãos não ficam para trás não! Espero ver muito mais deles no próximo volume, rs.

É uma leitura de quase 400 páginas, mas eu senti como se fossem 50… passou MUITO rápido! Eu olhava no relógio eram 20h… aí cinco minutos depois eu olhava e já era 23h30. Ou seja: meu rendimento na academia foi altamente comprometido por conta desse livro: não consegui acordar cedo nenhum desses dias! hauhauaha

Resumindo: AMEI! Recomendo, e com certeza vou ler A Maldição do Tigre (a outra saga dessa autora – ela escreve bem demais!).

Bjs
Marina

A Rainha Vermelha Livro 1

A_RAINHA_VERMELHAA Rainha Vermelha
De Victoria Aveyard

Sinopse oficial: O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses.

Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?

Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe – e Mare contra seu próprio coração.

Minha opinião: acho importante começar dizendo que não, a história não é original e sim, temos algumas situações previsíveis, mas eu AMEEEIIIII!!!! ❤ ❤ ❤ Com todas as minhas forças! *-* E é por isso que dou nota máxima para esse livro, sem descontar pontos por quaisquer falhas – ele conquistou um lugar no meu coração e, por enquanto, é o favorito do ano!!! 😀

Foi amor à primeira página: a autora me fisgou logo no primeiro capítulo e eu devorei esse livro. Parece que ela juntou diversos elementos de algumas das minhas sagas preferidas e construiu uma história maravilhosa: A Seleção, Jogos Vorazes, Trilogia Grisha, Estilhaça-me, Divergente, e muitas outras. Sim, como eu disse: perfeito! ❤

A Mare, personagem principal, é aquele tipo super gostável, sabe? Não tem como achar ela chata. E quanto aos outros personagens… bom, posso dizer que me apaixonei pela pessoa certa dessa vez! rsrsrs Ufa! Os prateados são o perfeito exemplo de gente prepotente – odeio! -, mas confesso que eu adoraria viver nesse mundo… já os vermelhos são mais humanos, mais gostáveis, mas vivem num mundo torto e miserável.

A história se desenvolve de modo muito natural e com um passar de tempo gostoso – nenhuma situação me pareceu ridícula, do tipo: Nossa! Eles mal se conhecem e se amam! Não, não tem isso na história, o que é um super ponto positivo.

No geral só sei que AMEI e a minha única reclamação é que o segundo volume só sai em FEVEREIRO DO ANO QUE VEM – EM INGLÊS!!! Não vou sobreviver…… 😦 rsrs

Recomendadíssimo!

Bjs
Marina

Apanhado de livros #1

Oi gente!

Como eu estou meio devagar nas leituras e nas postagens, resolvi extinguir o antigo Livros da Semana, e criar o “Apanhado de Livros”. Eu não sei que frequência ele terá… eu vou ler alguns livros, deixar juntar um pouco e fazer esse post. Acho que foi uma maneira bacana que eu encontrei de não perder esse tipo de contato com vocês e também não ficar enchendo o blog de posts sem conteúdo. 😀

Então vamos lá, com os livros lidos nos últimos tempos:

Perdido em MarteNota: 3/5
O DomNota: 3/5
O Pequeno PríncipeNota: 5/5
The TerrorNota: 3,5/5
A Rainha Vermelha – Nota: 5/5
O Despertar do PríncipeNota: 5/5

Devo ressaltar que O Despertar do Príncipe me deixou passar noites em claro porque foi viciante! Aí me apaixonei pela escrita da autora e já comecei a ler um outro livro dela: A Maldição do Tigre. Claro, estou altamente viciada também. 😛

Vocês não sabem o que aconteceu! Meu Kobo (leitor de ebooks da Livraria Cultura) quebrou. Ele não reconhece mais livros inseridos nele pelo computador. Ele só reconhece os livros que eu comprei na Livraria Cultura mesmo, mas eu comprei tipo 5 livros lá… todos os outros milhões são baixados de graça na internet. Ou seja: me ferrei!

O que acontece de fato é que ele não sincroniza mais os livros do computador. Tentei restaurar, formatei, fiz TUDO que li no Google e no site oficial e nada! E vi muitas reclamações falando que eles não tem assistência para o Kobo no Brasil – somente se estiver dentro da garantia eles trocam. O meu estava fora dessa garantia e já vinha me deixando louca de tanto que travava há muito tempo, então comprei outro leitor.

Pesquisei muito entre o Kindle (Amazon) e o Lev (Saraiva). Os dois estão equivalentes em vantagens e desvantagens (e preço), mas então vi que o Lev aceita formato epub. O Kindle só aceita mobi, e todos os meus livros são epub por causa do Kobo, logo… COMPREI O LEV!!! \o/

E devo dizer que por enquanto estou gostando MUITO! Logo mais vou fazer um post comparando todos os tipos de leitores (minha irmã e minha mãe tem um Kindle – que eu peguei emprestado esses dias antes de comprar o meu Lev – então conheço bem os 3) para ajudá-los a fazer a melhor compra. 🙂

É isso pessoal, agora vocês estão atualizados sobre a minha vida leitora. 😛 hehe Nos vemos no próximo apanhado!

Bjs
Marina

The Terror – Jim Rook Livro 3

The TerrorThe Terror
De Graham Masterton

Sinopse traduzida por mim: Jim Rook dá aulas de inglês para alunos com dificuldades de aprendizado. Em uma dessas aulas, aparece um jovem estudante mexicano, Rafael Diaz. Ele é calmo, tímido e, a princípio bem reservado. Mas, conforme Jim vai o conhecendo melhor, ele descobre um notável talento de Rafael: ele pode curar as pessoas dos seus medos mais profundos.

Em seguida, uma das alunas de Jim é encontrado morto. Não há nenhum sinal de agressão física, mas seu coração parou e seu rosto está congelado. Ela está usando um colar de contas Aztec dado a ela por Rafael Diaz.

Mas, embora a polícia esteja perplexa, as mortes não param por aí, e uma noite Jim vê um vulto escuro e assustador correndo entre as árvores. Algo terrível está à solta…

Desesperado para evitar que seus alunos se tornem suas próximas vítimas, Jim é forçado a enfrentar e superar seus próprios medos antes que ele possa destruir o Terror que ameaça todos eles.

Minha opinião: começando do começo – falei para o meu namorado que estava a fim de um livro de terror e ele ficou animadíssimo! Me disse que tinha comprado um em Londres e que iria me emprestar. Pois bem, peguei esse livro com ele e, após começar a leitura pensei: “tem história antes disso aqui…” e batata! Era o TERCEIRO livro de uma série de vários. Mas ele me disse que tinha um final e que eu deveria ler, então prossegui…

Sim, é uma daquelas séries em que você não precisa necessariamente ler todos os livros e em ordem. A história teve um começo, um meio e um fim. Eu entendi tudo, mas fiquei triste por não saber o que aconteceu antes e o que iria acontecer depois.

Sobre o enredo: é um terrorzinho ok, mas meio fraquinho. A leitura é super fluída (em inglês) e com letras grandes, então é rapidinho. SÓ QUEEEEE eu estou indo na academia, dormindo cedo, etc, então só tenho lido no metrô mesmo. Ou seja: demorei duas semanas pra terminar! Acho que vai ser assim daqui pra frente, se bem que nesses últimos dias eu dei uma acostumada com o horário e consegui ler um pouco a noite…

Enfim: O livro é velho, só existe no exterior (nem cadastrado no skoob está!), é o terceiro de uma série e nem é tãaao bom assim. O personagem principal é bem cativante – professor, adora seus alunos, é bonzinho, etc, e temos várias referências à cultura Maia, à espíritos e vudus, então valeu a leitura, mas não recomendo o esforço de achar e comprar esse livro para quem está aqui no Brasil.

Caso tenham curiosidade acho que vale comprar a saga toda. Aí sim. 😉

Bjs
Marina

Livros que todo mundo deveria ler ao menos uma vez na vida

Oi pessoal, tudo bem?

Nossa, fazia um booom tempo que eu não postava nada reunindo alguns tipos de livros específicos… aí estava pensando: já falei algumas vezes por aqui: “- Esse é mais um daqueles livros que todo mundo deveria ler uma vez na vida”, então resolvi fazer uma coletânea com eles. 😀

Seguinte: Os 3 primeiros livros são aqueles que eu acho que deveriam fazer parte da grade escolar. As crianças precisam entender certas coisas e avaliar a gravidade das situações, as consequências de seus atos e a importância que têm no mundo.

Os outros são aqueles que eu acredito na importância da leitura, mas como um complemento, em algum momento da vida.

Então vamos lá:

Extraordinário
Não é surpresa pra ninguém o quanto eu AMO esse livro: ele é maravilhoso e tem lições lindas. O pequeno Auggie, de 10 anos, nos ensina muito mais do que a maioria de nós aprende na vida toda! A leitura ajudaria as crianças a lidarem com questões como diferença física, diferença mental, bullying, família, conquistas, personalidades, etc. Acho o mais completo da lista de indicações.

O Pequeno Príncipe
“O que dizer desse livro que mal li e já considero pakas???” rsrs Acabei essa leitura faz pouco tempo e até agora ainda estou estremecida. Tem lições muito valiosas sobre família, amizade e sentimentos. Acho que a linguagem é um pouco
formal demais para cativar a atenção de alguns alunos mas tem algumas versões na linguagem popular, então super caberia!

O Céu Está em Todo Lugar
Esse é um pouco comprido, mas vale a pena! Ajudaria muito a lidar com perdas, especialmente nas idades frágeis da adolescência. É uma ajuda psicológica super válida…

Todo Dia
Um livro para quebrar a barreira do preconceito. Mente aberta, liberdade de escolha e o melhor: liberdade para amar quem quiser! Nessa leitura ainda somos instigados a pensar no tempo limitado para estar com quem se ama. Vale a pena!

Como Eu Era Antes de Você
Esse livro… esse livro… ai minha gente, esse livro! Ensina desde enfrentar limitações na vida, superar obstáculos e amar acima de tudo, até a superar perdas, aceitar que nem tudo na vida acontece como queremos e aprender a respeitar a liberdade
de escolha dos outros. É incrível!

Antes Que Eu Vá
Um livro para chorar bastante, repensar as suas atitudes e aprender a dar valor àquilo que realmente importa. É bem adolescente, mas uma boa lição de vida!

Espero que tenham gostado da seleção. 🙂

Bjs
Marina

O Pequeno Príncipe

O_PEQUENO_PRINCIPEO Pequeno Príncipe
De Antoine de Saint-Exupéry

Sinopse oficial: Um rei pensava que todos eram seus súditos, apesar de não haver ninguém por perto. Um homem de negócios se dizia muito sério e ocupado, mas não tinha tempo para sonhar. Um bêbado bebia para esquecer a vergonha que sentia por beber. Um geógrafo se dizia sábio mas não sabia nada da geografia do seu próprio país. Assim, cada personagem mostra o quanto as “pessoas grandes” se preocupam com coisas inúteis e não dão valor ao que merece. Isso tudo pode ser traduzido por uma frase da raposa, personagem que ensina ao menino de cabelos dourados o segredo do amor: “Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos”.

Minha opinião: ultimamente (por conta do lançamento do filme) muita gente me pergunta se eu já tinha lido esse livro… Não! Eu sempre tive oportunidade de lê-lo e sempre fugi…não sei exatamente porquê, mas nunca me interessei…

E como me arrependo! Esse livro é MARAVILHOSO!!!! ❤ como eu queria ter dado uma chance pra ele antes… É aquele tipo de leitura que te arrebata, te faz rever toda sua vida e chorar de emoção!

Mas eu acho que tem um momento certo pra tudo – eu, por exemplo, acho que li na melhor época, pois estou num momento super família, dou valor às pequenas coisas, às pessoas, aos sentimentos e tudo mais. Senti como se estivesse lendo a minha alma. Sem exageros, não riam! (Não me julguem, rs)

Estou super curiosa pra ver esse filme que vai sair e aposto que vou chorar! Kkkk

Enfim, AMEI! É tão puro, simples, verdadeiro e curtinho, então vale a pena demais, e é mais um para aquela saga: livros que todo mundo deveria ler!

Recomendadíssimo!!!

Ah! Olhem só o trailer:

Bjs
Marina

O Dom

O_DOMO Dom
De Robert Ovies

Sinopse oficial: Quando C. J. Walker, um garoto de nove anos, encosta no braço da amiga de sua mãe no velório e sussurra o desejo de que ela não estivesse morta, só está tentando fazer a coisa certa. Mas, no momento em que a mulher desperta, a tempestade que se segue não pode ser contida. Pessoas aterrorizadas, dentro e fora das fronteiras da cidade, exigem saber quantos de seus entes queridos podem ter sido enterrados vivos pelo mesmo agente funerário, ou por qualquer outro. Porém a prova de que C. J. Walker pode realmente despertar os mortos é filmada em segredo e então veiculada publicamente.

Em uma única manhã, a mãe de C. J., Lynn, vê sua casa se tornar uma fortaleza e seu filho, um alvo. Indivíduos de luto, desesperados para que a morte abandone seus entes queridos; representantes da mídia e de organizações médicas e científicas; influentes líderes religiosos e poderosas agências governamentais, todos mexem seus pauzinhos para ganhar uma posição de vantagem e influência e obter o máximo controle sobre o dom mais poderoso de que já se teve notícia. Em meio à confusão, Lynn e seu ex-marido, Joe, lutam para encontrar uma maneira de escapar com C. J., para mantê-lo em segurança e de alguma forma tornar possível que ele tenha uma vida normal novamente. Mas para isso eles precisam agir rápido, antes que o garoto seja levado por algum dos vários interessados em seu poder.

Minha opinião: demorei exatas 195 páginas para ser “fisgada” por esse livro. Ele tem 330 páginas então considero uma demora gigantesca e desnecessária. De fato, não fui fisgada porque o começo foi muito ruinzinho…

Quando consegui mergulhar na história foi uma emoção atrás da outra, muito suspense e uma vontade louca de chegar logo no fim. E o fim, minha gente, foi morno como uma comida já esfriando e perdendo o gosto. Fiquei muito decepcionada.

Não é uma história ruim, pelo contrário: o enredo é interessantíssimo e os acontecimentos nos fazem pensar muito em questões filosóficas da vida, na nossa fé e no nosso amor.

Mas acho que o principal ponto negativo é a narrativa. Chaaaataaaaaa! Muito chata, do ponto de vista de todos os personagens mas “sem vida”… Muito séria e sem emoção. E a mãe do CJ, na minha opinião, também é tãaaaaooo chata que acabou com a minha vontade de ler…

Enfim, eu não gostei muito,mas ele ganha pontos porque a história é sim boa. Me faz filosofar bastante e eu costumo gostar de coisas assim. Eu honestamente não sei se recomendo essa leitura. Acho que é aquele típico caso de cada um ver por si o que acha… 😉

Bjs
Marina