a cor do leite

A_COR_DO_LEITEa cor do leite
De Nell Leyshon

Sinopse: em 1831, uma menina de 15 anos decide escrever a própria história. Mary tem a língua afiada, cabelos da cor do leite, tão brancos quanto sua pele, e leva uma vida dura, trabalhando com suas três irmãs na fazenda da família. Seu pai é um homem severo, que se importa apenas com o lucro das plantações. Contudo, quando é enviada, contra a sua vontade, ao presbitério para cuidar da esposa do pastor, Mary comprovará que a vida podia ainda ser pior.

Sem o direito de tomar as decisões sobre sua vida, Mary tem urgência em narrar a verdade sobre sua história, mas o tempo é escasso e tudo que lhe importa é que o leitor saiba os motivos de suas atitudes.

a cor do leite apresenta a narrativa desesperada de uma menina ingênua e desesperançosa, mas extremamente perspicaz e prática. Escrito em primeira pessoa e todo em letras minúsculas, o texto possui estrutura típica de quem ainda não tem o pleno controle da linguagem. A jovem narradora intercala a história com suas opiniões, considerados por alguns críticos os trechos mais angustiantes da obra.

Minha opinião: caramba! o.O que livro intenso, forte, marcante e cru… foi como observar a natureza selvagem agindo por conta própria… diria que foi diferente de tudo que eu já li.

A protagonista, Mary, é um ser de uma inocência tão grande, mas tão grande que imaginamos ela o tempo todo como uma garotinha, criançinha, pequenininha… mas ela é uma adolescente que viveu todos os anos de sua vida na fazenda, sem saber direito o que é a vida e o que esperar dela.

Ok que o livro se passa em 1800 e bolinhas, mas é uma crueldade a maneira com que as crianças são tratadas na fazenda. É desumano! E o quanto essa menina trabalha, minha gente! Eu não consigo fazer nem um décimo disso.

A narrativa é fluida e bem simples. Nem letras maiúsculas são utilizadas, pois a personagem principal não sabe escrever direito e a narrativa é do ponto e vista dela, através de um livro que ela está escrevendo.

Achei uma história cruel. Foi marcante, brutal e uma afronta à inocência da crianças. Mas ao mesmo tempo suspeito que as coisas de fato fossem assim antigamente…

Eu recomendo. É um livro curto e a história é boa. Mas já deixo avisado que o final é muito atormentador.

Bjs
Marina

Anúncios

2 comentários sobre “a cor do leite

Deixe sua opinião ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s