Objetos Cortantes

OBJETOS_CORTANTES__141997120521788SK1419971205BObjetos Cortantes
De Gillian Flynn

Sinopse oficial: Uma narrativa tensa e cheia de reviravoltas. Um livro viciante, assombroso e inesquecível. Recém-saída de um hospital psiquiátrico, onde foi internada para tratar a tendência à automutilação que deixou seu corpo todo marcado, a repórter de um jornal sem prestígio em Chicago, Camille Preaker, tem um novo desafio pela frente. Frank Curry, o editor-chefe da publicação, pede que ela retorne à cidade onde nasceu para cobrir o caso de uma menina assassinada e outra misteriosamente desaparecida.

Desde que deixou a pequena Wind Gap, no Missouri, oito anos antes, Camille quase não falou com a mãe neurótica, o padrasto e a meia-irmã, praticamente uma desconhecida. Mas, sem recursos para se hospedar na cidade, é obrigada a ficar na casa da família e lidar com todas as reminiscências de seu passado. Entrevistando velhos conhecidos e recém-chegados a fim de aprofundar as investigações e elaborar sua matéria, a jornalista relembra a infância e a adolescência conturbadas e aos poucos desvenda os segredos de sua família, quase tão macabros quanto as cicatrizes sob suas roupas.

Minha opinião: estou apaixonada pela escrita dessa mulher! ❤ Sério: esse é o livro de estreia dela e eu só consigo pensar nos outros!!!

Depois de Garota Exemplar eu estava esperando uma ótima história e, assim como o outro livro, foi suspense do começo ao fim. Claro, Garota Exemplar foi uma coisa alucinante, porque é uma reviravolta totalmente inesperada. Objetos cortantes também tem um mistério, diversas reviravoltas, mas não se tornou um favorito justamente por não surpreender tanto quanto o outro… consegui “adivinhar” o culpado na metade do livro (duvidei da minha escolha até as últimas páginas, mas realmente acertei. rsrs).

A personagem principal, Camille, não fede nem cheira no começo, mas você se acostuma com ela e acaba pegando um certo apego. Fico triste pelo final romântico dela, mas achei o final do livro coerente e muito bem explicado. É meio chocante, você fica vidrado com tudo, e parece um episódio daquela série “Criminal Minds”, sobre serial killers (adoro), mas enfim: gosto desse tipo de história, então me surpreendi com a qualidade do enredo.

A narrativa é fluida – bem mais que no outro livro que li da autora – e nos prende do começo ao fim. Em nenhum momento eu pensei “essa história ainda está precisando engrenar…”. Não, ela já foi interessante desde a primeira página. Recomendadíssimo!

Agora me aguardem: o próximo livro também será dela porque viciei! huahauhaua

Bjs
Marina

Anúncios

Deixe sua opinião ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s