Flash Forward

FLASH_FOWARDFlash Forward
De Robert J. Sawyer

Sinopse: O que você faria se tivesse um vislumbre trágico do seu próprio futuro? Tentaria mudar as coisas, ou aceitaria que o futuro é imutável? Em Flashforward – Presságio do Futuro, é iniciada uma experiência científica que conduz ao inesperado: o mundo inteiro cai inconsciente por instantes e todas as mentes são projectadas vinte anos no futuro. Quando a humanidade desperta, o caos impera por todo o lado: carros arruinados, cirurgias falhadas, quedas, destruição em massa e um elevado número de mortes. Mas esse é apenas o início. Passado o choque das visões, cada indivíduo tenta desesperadamente evitar ou assegurar o seu próprio futuro vislumbrado…

Minha opinião: eu gostei muito da série Flash Forward lançada há alguns anos, então quando soube que existia um livro que deu origem à série, quase surtei. Simplesmente precisava ler o quanto antes!

Mas o que eu não imaginava é que o livro seria extremamente técnico. Mas não é um técnico que você consegue passar por cima, é algo que você precisa entender para continuar o livro, então praticamente somos expostos a milhões de explicações sobre física, química e física quântica, e somos obrigados a entender quase todas elas para passar à próxima página… é bem maçante, devagar, às vezes chato e super complicado, ou seja, você tem que ser paciente, interessado e muito apaixonado por tecnologia para fazer essa leitura.

Se você não possui nenhuma das características acima eu recomendo que você não leia o livro. Sério, ele tem alguns fatores que o tornam muito direcionado para um público específico. Mas, eu meio que me “enquadro” nesse público. Por sorte sou loucamente apaixonada por tecnologia, fascinada por física, astrologia, química e qualquer discussão filosófica ou futurística que se possa imaginar: adoro os maias, incas, astecas, E.T.s, astros solares, meteoros, pré-história, egípcios, viagem no tempo, etc… consigo ficar HORAS dissertando e bolando teorias sobre tudo isso rsrsrs então pensem numa pessoa que literalmente viajou com esse livro rs – eu! \o/

A narrativa é feita sobre alguns pontos de vista, mas dentre eles os principais são os de Lloyd e Theo, os dois cientistas responsáveis pelo maior experimento científico já produzido pela humanidade. Então quando esse experimento por ventura cria o Flash Forward (mostrando a vida das pessoas daqui 21 anos), acompanhamos a trajetória dos dois para conduzir suas vidas e a vida da humanidade.

Gosto mais do Lloyd, mas acho que isso é influência da série de TV, onde ele era o bonzinho e o Theo era o mauzinho rsrs mas no livro os dois são super do bem gente, eu simplesmente simpatizei mais com ele.

A narrativa como eu já disse é bem técnica, então nós empacamos em algumas páginas… mas em outras, onde são mostradas situações cotidianas, o autor consegue escrever bem e fluidamente. Acho que ele podia ter apostado um pouco mais nisso e não precisava ficar explicando tudo tim tim por tim tim. É legal, claro, saber como o equipamento que procura a partícula de Bósson Higs funciona, mas há limites! 😛

De qualquer forma eu gostei do livro. Foi bem filosófico e me agradou em vários aspectos. Mas fica a dica para nem todos se aventurarem com ele 😉 rsrs

Bjs
Marina

Livros da Semana 68

Olá pessoal!

Nessa semana FINALMENTE terminei o livro que estava lendo!!! 🙂 Mas ainda não tive chance de começar um novo…

Apesar disso, para me motivar, recebi da nossa editora parceira (Intrínseca) o livro Half Bad (super aguardado). Li algumas críticas negativas mas quero dar uma chance. Vamos ver…

Queria explicar para vocês a minha “travada” dessas últimas semanas: estamos de mudança por 1 mês e meio para a casa da minha avó (tem reforma em casa!)… o problema é que somos em 5 + um cachorro e a casa da minha vó é minúscula! Então estamos em 6 + dois cachorros (porque ela também tem um) amontoados na sala, quarto e cozinha… é complicado para fazer tudo: comer, assistir TV, ler, secar o cabelo… estamos bem “juntos” mesmo, então estou sem pique nenhum de ler…. 😦 Desculpem!!!! Além disso algumas amigas minhas estão saindo do trabalho e fazendo Happy Hour, então além de tudo nem estou parando em casa direito… enfim, assim que a loucura desses dias passar eu prometo que volto com tudo! Enquanto isso irei em doses homeopáticas rsrs

Ah! esse post atrasou também porque além de tudo… não tem internet na casa da minha vó! 😦 então tenho que postar tudo do trabalho e não consegui programar o post na sexta… 😛 Sorry!

Livros da Semana:

Unwind (digital e em inglês) – Nota: 4.5/5

Próximos Livros:

Acho que vou de Half Bad mesmo ou de Tentação Sem Limites.

Como falei na semana passada, retirei a categoria de Livros Desejados porque realmente faz um tempo que não adiciono nada à minha wish list. Quem sabe semana que vem, certo? rs

Bjs
Marina

Eva – Trilogia Eva Livro 01

EVAEva
De Anna Carey

Sinopse oficial: A guerra dos sexos está apenas começando… No futuro, uma praga mortal aniquilou a população da terra. Homens e mulheres seguem segregados. Os meninos são mandados para campos de trabalho forçado. As meninas, para Escolas onde aprendem uma profissão chave na reconstrução mundial. Mas as aparências enganam… E Eva está prestes a descobrir que a verdade pode ser muito mais terrível do que o vírus que varreu seu país. Está prestes a descobrir que seu futuro pode ser mais parecido com a da primeira mulher a levar seu nome.

Minha opinião: pensem num livro objetivo, direto, sem enrolações e com um bom enredo – é esse!

De fato ele atende a todos esses requisitos, mas talvez até por isso tenha deixado muito a desejar no desenrolar da história: não houve tempo para desenvolver gostos, preferências, sentimentos, nem muita coisa… Foi tudo muito rápido!

Eva é uma menina inocente e curiosa. Mas há limites! Em um capítulo ela é a “miss perfeita” e no próximo ela é uma selvagem, guerreira e cheia de coragem… Não me convenceu. Mas no geral ela é bastante agradável, então acabei gostando dela mesmo assim.

Caleb para mim não fede nem cheira. Não consegui entender esse sentimento tão rápido entre os dois. Eu acho que a Eva nunca tinha visto um menino antes então se apaixonou pelo primeiro gentil que conheceu.

Fora isso a premissa da história é muito boa! Após a destruição em massa da população devido a uma praga, realmente é de se esperar atitudes horriveis e impensáveis. Inclusive tiveram umas cenas chocantes durante o livro que foram muito bem escritas. Me deixaram com medo mesmo.

Acho que a autora teve bons e maus momentos no livro mas no geral ela acertou: fiquei curiosa para o próximo volume e terminei de ler com um sentimento de quero mais, então acho válido dar uma chance a essa leitura 😉

Bjs
Marina

A Lista Negra + ausência no fim de semana

Oi pessoal, tudo bem?

Antes de mais nada queria pedir desculpas por sumir do blog nesse fim de semana… eu juro que ESQUECI de programar o post com o s Livros da Semana, fui viajar linda bela e folgada e lembrei ontem à noite que deixei vocês na mão! 😦

No fim dessa semana eu faço um apanhado de todos os livros que li então e posto para vocês, ok? 😉

Agora vamos com a resenha do dia:

A_LISTA_NEGRAA Lista Negra
De Jennifer Brown

Sinopse oficial: E se você desejasse a morte de uma pessoa e isso acontecesse? E se o assassino fosse alguém que você ama? O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que ele usou para escolher seus alvos.

Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio. Assombrada pela lembrança do namorado, que ainda ama, passando por problemas de relacionamento com a família, com os ex-amigos e a garota a quem salvou, Val deve enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas.

Minha opinião: Ai gente… juro que odeio quando tenho que falar mal de um livro, mas não consegui gostar, ou amar, odiar, nada. Esse livro simplesmente não agregou nada na minha vida, foi uma história X e não deixou lembrança nenhuma. 😦 Decepção.

Estava tão entusiasmada com as notas positivas e boas críticas que achei que seria uma história fantástica… mas achei fraca, um tema comum, uma situação diferente (isso ok), mas uma narrativa cansativa. Não me fisgou em nenhum momento. Pensei inclusive em abandonar a leitura (mais de uma vez!), mas como já abandonei um livro esse ano quis chegar até o final.

O tempo todo esperei por alguma coisa emocionante – talvez um final incrível que me fizesse gostar ao menos um pouco do livro, mas não aconteceu. Foi decepção do começo ao fim. 😦

Valerie – a protagonista – é ridícula. Ai que menina irritante! Em pensamento ela era uma mas em ações e palavras era outra. Enquanto pensava “Ai mãe, seria muito legal, você é incrível!” ela respondia “É.” e virava a cara… o tempo inteiro assim… nunca prestando atenção nos outros, agindo de maneira idiota e egoísta, provocando situações ruins para aqueles que a amavam… gente… acho que ela poderia ter sido uma pessoa muito melhor. Mas acho também que ela era incompreendida: ninguém entendida ou consegui ver o lado bom dela… mas também! Com essa falta de articulação, minha filha, ninguém entenderia você!

Os pais dela eram um desastre! Com uma família dessas quem precisa de inimigos? A situação toda dessa família me deixava tão nervosa que esse foi o principal motivo de eu ter pensado em largar o livro várias vezes. Pessoas irritantes me irritam, rsrsrs.

Mas o livro não é de todo mal: a história tem uma boa mensagem: superação, aceitação e uma negativa ao bullying. Acho que dá para tirar uma lição sim mas isso não salva tudo, infelizmente.

Mas às vezes um livro não agrada mesmo, né gente? O santo não bate, a escrita não cola, a personagem principal não te cativa… Sempre sou a favor de cada um tentar ler e ver o que acha, mas eu infelizmente não recomendo esse livro – para mim não funcionou.

Bjs
Marina

Poseidon – Of Poseidon Livro 01

POSEIDONPoseidon
De Anna Banks

Sinopse oficial: Além da beleza fora do comum, com seu cabelo quase branco e seus olhos cor de violeta, Emma chama a atenção por ser um pouco desajeitada. Ela não se sente muito à vontade em lugar nenhum… e não sabe que sua misteriosa origem é a fonte dessa sensação.

Galen, príncipe dos Syrenas, vasculha a terra procurando uma garota especial, capaz de se comunicar com os peixes — e que poderá salvar seu reino. Quando ele se encontra com Emma, a conexão é imediata: embora não saiba, Emma parece ter o dom que Galen procura. Mas, então, por que ela não conseguiu salvar sua melhor amiga do ataque do tubarão? Cabe ao príncipe convencer a teimosa Emma a enfrentar sua real natureza e aceitar o desafi o. E nada pode impedi-lo de alcançar seu objetivo.

Minha opinião: Ok, comecei a ler esse livro com a menor das espectativas. Tinha lido diversas resenhas falando o quanto ele era decepcionante, o quanto era ruim ou tudo que faltou para uma boa história… então diante desse cenário eu me aventurei e devo dizer que gostei – e muito! ❤

O enredo tem como base os Syrena, basicamente sereias. Não é nenhuma grande novidade – a pequena sereia já cantou essa bola há muito tempo rsrs – mas rende boas histórias, uma mitologia bacana e um pano de fundo muito legal para uma historinha que, de fato, não tem nada de mais.

Emma é uma protagonista que amamos e odiamos: algumas horas ela é tão engraçada que gargalhei alto! Outras é tão estúpida e irritante que ficamos nervosos. Mas no geral gostei dela. Galen é divertido também e eu gostei desse parzinho – eles combinam! 😉

O romace é claramente a história principal, e infelizmente tenho que dar o braço a torcer: é pouco original, um pouco fraco e com muitas brechas. Deixa muito a desejar, porém eles passam por situações tão engraçadas e bonitinhas juntos que se torna aceitável… fácil de se acostumar.

Eu genuinamente gostei do livro. Para quem espera algo diferente, sobrenatural e avassalador já digo que nem de longe esse é o caso, mas é fácil de ler, muito jovial, bastante engraçado e interessante. No geral é “mais do mesmo”, mas para quem não se importa com isso e quer ler uma historinha agradável eu super recomendo 😉

Bjs
Marina

A Culpa é das Estrelas – Filme

culpa

Oi pessoal, tudo bem?

FINALMENTE assisti o filme A Culpa é das Estrelas para poder comparar com o livro e dizer honestamente para vocês o que achei: ADOREI!!!!!

Como vocês sabem, eu não gostei nadinha do livro (ver aqui) mas estava esperançosa com o filme, achando que seria muito melhor… e devo dizer que foi exatamente isso – achei o filme 1 milhão de vezes melhor que o livro, conseguindo transmitir toda a emoção que, para mim, faltou nas páginas.

Durante a leitura senti que tudo era muito mecânico e sem emoção… o único personagem que me conquistou de verdade foi o Gus, mas mesmo assim não consegui chorar pela situação deles.

Nas telinhas a coisa muda de figura. Ao meu ver o maior crédito vai para os atores que conseguiram dar um show de interpretação e me conquistar completamente!!!

IMG-20131102-WA0006

Depois de Divergente eu já sabia que a Shailene Woodley (Hazel) era boa atriz, mas em A Culpa é das Estrelas ela está FANTÁSTICA!!! Meu Deus, ela interpreta MUUUITOOOOO!!! Parabéns! E o Ansel Elgort (Augustus) foi o Gus perfeito. Eu não dava nada para ele antes de ver o filme – inclusive depois de ver Divergente – mas o que um charme de um personagem não faz, certo? ❤ Muito amor para ele!

A trilha sonora é perfeita também. Se encaixa perfeitamente nas cenas e juro que chorei umas lagriminhas!!! Na verdade estava me segurando para não chorar na frente da minha família, então acho que se estivesse sozinha ia ter aberto um berreiro! rsrsr

Na minha opinião as melhores cenas são as que envolvem a mãe dela e as que envolvem as cartinhas de “adeus”. Foram momentos muito bonitos e que me tocaram mesmo. Mas um destaque merecido é para o final – ele inteiro foi maravilhoso! 🙂

novo-trailer-a-culpa-é-das-estrelas-sobre-pop-2014-capa

Então resumindo: recomendaria o filme para todos, mas o livro para ninguém… que coisa, é bem raro um filme superar o livro, mas para mim não tem dúvidas – o filme ganhou por muitos pontos!!!

Enfim, lembrando que essa é a MINHA opinião gente rsrsrs queria saber de vocês: alguém já leu e viu o filme também para compará-los? O que acharam?

Bjs
Marina

PS: Casal fofo!!!!!!!!

16552076

Livros da Semana 67

Bom dia gente, tudo bem com vocês?

Como passaram a semana?

Eu devo dizer que me surpreendi com a falta de capacidade de terminar um livro. 😦 Demorei demaaaaisss mas não porque era chato e sim porque só consegui ler no caminho para o trabalho (20 minutos de metrô)… então em resumo foi uma semana agitada para a vida pessoal, mas parada par aa leitura (como tem sido todas as últimas né… snif!).

Enfim, estou trabalhando para melhorar isso! Os próximos livros serão menores e em português, aí assim quem sabe consigo terminar pelo menos dois em uma semana. 😛

Livros da Semana:

(infinitamente lendo) Unwind (digital e em inglês) – Nota: 4/5 (por enquanto)

Próximos Livros:

Mantendo a linha de livros menores, não posso ler Destino Mortal – gigantesco – então terei que procurar um no Kobo que me “apeteça”. rsrs 😉

Livros Desejados:

Acho que vou cortar essa sessão daqui (por enquanto)… eu sempre desejo os mesmos livros faz meses!!! Acho que está faltando um grande lançamento do meu gosto ou uma boa dose de sorvete para curar essa ressaca literária. rsrsrs

Até a próxima!

Bjs
Marina

Recomeço

RECOMECORecomeço
De Cat Patrick

Sinopse oficial: Tudo começou com um acidente de ônibus. Daisy Appleby era pequena demais para lembrar — tem apenas flashes do acidente que a matou, e de ter sido trazida de volta à vida. A partir daquele momento, ela se tornou uma das catorze crianças que fazem parte de um programa secreto do governo que visa aprovar um novo medicamento: o Recomeço. Daisy já morreu algumas vezes, e a cada morte ela recebe um novo sobrenome, vai para uma nova cidade e ganha uma nova história. A única constante em sua vida é a própria inconstância. Ao conhecer Matt e Audrey, seus primeiros amigos de verdade, após sua quinta morte, ela tenta criar raízes em mais um lar e começa a descobrir segredos sobre o programa Recomeço. Quanto mais informações vêm à tona, mais Daisy percebe que não passa de um peão em um jogo sinistro, que pode revelar que seu mundo — e tudo no ela que acredita — é uma grande mentira.

Minha opinião: Um livro rápido (muito rápido, na verdade), tocante e bonitinho. O final não foi como eu esperava, mas no geral eu gostei. Conseguiu me emocionar e passar uma boa mensagem.

Daisy, a protagonista, no começo não me agradou. Logo que começei a leitura pensei que ela seria mais do mesmo, que não era interessante e que ia ser um pouco tediosa. Ao longo do livro e aos poucos ela foi me conquistando… mas confesso que ela acabou sendo mais uma entre tantas protagonistas que passarão esquecidas.

Matt, o “mocinho”, também é mais um entre tantos. A única diferença, ao meu ver, é que ele não era o garoto mais cobiçado entre as meninas, mas mesmo assim era o mais lindo de todos para Daisy. Já Audrey – sua melhor amiga – é absurdamente fantástica! Sua alegria é contagiante, tem um coração enorme e ela definitivamente é uma personagem marcante. A autora poderia ter trocado as duas, não??? rsrsrs

Sobre a história ela é uma mescla de originalidade e clichês. O enredo é sim diferente, mas no geral ela acaba sendo muito semelhante à tantos outros livros desse estilo. A linguagem é tranquila, fluida e eu já conhecia o modo de escrever da autora então já sabia que era algo que eu gostava.

O livro é bom, mas ele não é daqueles que nos tocam tão a fundo que nos marcam para sempre (como eu achei que seria)… embora de fato eu tenha chorado um pouquinho durante algumas cenas bem tristes 😦 rsrs

Apesar de tudo que disse eu genuinamente gostei do livro. 🙂 não sei explicar, é um daqueles sentimentos que só passando por eles para saber rsrs então acho que vai tocar o coração de alguns e não significar nada para outros, mas eu recomendo e acho que vale a pena dar uma chance! ^^

Bjs
Marina

As You Wish

AS_YOU_WISHAs You Wish
De Jackson Pearce

Sinopse traduzida por mim: Desde que o namorado de Viola terminou com ela, ela tem passado seus dias silenciosamente desejando ter alguém que a amasse de novo e, mais importante, para pertencer. Até que um dia, sem esperar, ela invoca um gênio para o mundo dela. Ele permanecerá até ela fazer 3 desejos.

Gênio está ansioso para voltar para casa, mas Viola está com medo de desejar, com medo de não pedir pela coisa certa – a coisa que a fará verdadeiramente feliz. Conforme os dois passam tempo juntos, as linhas entre mestre e servo começam a desaparecer, e logo Gênio não consegue negar que está se apaixonando por Viola. Mas é só após ela fazer seu primeiro desejo que percebe que também está se apaixonando por ele… e que se ela desejar mais duas vezes, ele desaparecerá de sua vida para sempre.

Minha opinião: Esse livro é tão lindinho, fofinho e engraçadinho que acho que nenhuma palavra sem “inho” poderia descrevê-lo! rsrsr

Viola tem um ótimo senso de humor. Embora tenha passado por alguns momentos ruins e esteja em uma fase um pouco depressiva, ela consegue ser uma protagonista engraçada, bem humorada e sarcástica na medida certa. Um pouco inocente, eu acho, mas esse é um livrinho inocente mesmo gente… é tão bonitinho! *-*

Já o Gênio é fantástico! Ele também é sarcástico na medida certa e eles fazem um par muito divertido. Lawrence é um melhor amigo leal e honesto que, apesar de ter magoado Viola no passado, faz de tudo para ser seu melhor amigo no presente. Um bom personagem também.

A leitura é leve e gostosa (muitos acharão infantil demais, mas eu não me importo! :P), a narrativa é suuuper tranquila e o inglês é extremamente fácil! Um livro perfeito para quem quer começar a ler nessa lingua.

Acho que o livro, apesar de ser bem light, traz uma grande lição: você nunca será completo se não aprender a se amar, se aceitar e se respeitar. Aquele velho clichê: “-Você não precisa de alguém para te completar, mas sim de alguém para te transbordar”.

Achei uma lição bonita e importante para ser passada em um livro infanto-juvenil, através de uma historinha de fácil identificação e personagens carismáticos. Juro que fiquei vendo coraçõezinhos no ar quando terminei a leitura. rsrsrs ❤

Recomendo pessoal! De verdade! Mas infelizmente sei que algumas pessoas acharão a história um pouco infantil demais (pois é bem bobinha) – minha amiga desistiu de ler na metade por causa disso 😦 – mas eu sinceramente achei que vale a pena! Gostei mesmo. 😉

Bjs
Marina

As sagas da minha vida

Oi pessoal, tudo bem?

Estive pensando num post bem legal para falar de sagas, e achei interessante fazer uma coletânea das sagas da minha vida – aquelas que vou carregar para sempre no coração. ❤

Além disso, como iniciei umas sagas recentemente mas ainda não terminei, vou deixar uma lista das possíveis séries que amarei no futuro, se continuarem me agradando dessa forma. rsrsrs

Sagas do coração:

Crepúsculo
Não poderia passar sem ela. Sempre gostei de ler, mas depois dessa saga minha fome pela leitura cresceu de maneira aceleradíssima. Praticamente me “ingressei” nesse mundo após esses livros, então tenho que dar muito crédito a eles. (fora o carinho especial)

Percy Jackson & Os Olimpiano
Ok, essa série me pegou ainda mais forte do que Harry Potter. Se me perguntarem qual eu prefiro fica um pouco difícil, pois cada uma tem seu jeitinho próprio que me conquistou. rsrs Acho que o que mais me atraiu – e ainda atrai – nessa saga é a mitologia. Simplesmente sou fanática por essas coisas, então não tinha como não amar. ❤

A Mediadora
Uma das melhores séries que li até hoje, ela começou singela e bem focada na aventura, mas depois tomou o rumo do romance, daquela coisa de amor através dos tempos e de qualquer barreira e uau! A escrita da Meg Cabot me conquistou logo aí. Uma das melhores protagonistas que vi até hoje. Saudades!

A Seleção (The Selection)
Romance. Muito romance! Essa foi uma saga que desde o primeiro livro conquistou meu coração. Me apaixonei por todos os personagens, sem exceção, e AMEI a história. Essa coisa toda de castelo e princesas, porém modernizados… perfeito!

As Peças Infernais
Acho que de todas essa foi a que mais me marcou porque foi a que eu mais me senti íntima dos personagens, amiga, companheira… senti mesmo que ao terminar a leitura perdi grandes amigos, então chorei. Chorei de tristeza porque tinha acabado e de felicidade porque foi o final mais lindo que eu já vi.  AMO? SIM, AMO MUITO! ❤ ❤ ❤ (sou sempre repetitiva quando falo desses livros né? ahuahauha sorry…)

Estilhaça-me
Eu não dava nada pelo primeiro livro da saga quando o comprei. Foi uma surpresa tão grande o envolvimento que tive com essa história que fiquei enlouquecida atrás dos próximos volumes. Foram anos de espera, mas o final foi do jeitinho que eu queria. Fiquei muito feliz e gostei demais dos livros. Cheguei muitas vezes a sonhar com os personagens, então realmente me marcou. 🙂

Academia de Vampiros
Uma saga que comecei totalmente desacreditada pois não queria mais ler nada sobre vampiros. Fui arrebatada com a Rose, uma personagem principal extremamente cativante, que no último livro chorei de tristeza por ter perdido uma amiga tão querida. Sim, me envolvi em tal ponto que fiquei levemente deprimida quando acabou. rsrs Enfim, a autora escreve maravilhosamente bem, e eu realmente preciso começar a ler logo os livros do Spin-off Blood Lines.

Considerações:

Divergente
Apesar de ter gostado muito dessa saga e ter AMADO o primeiro livro a ponto de ficar desesperada pela continuação, no final não fiquei absolutamente encantada por ela… Não me entendam mal, eu ainda gosto muito e recomendaria para todos, mas ela acabou não ficando no meu coração. Triste.

Jogos Vorazes
Outra série que amei mas prefiro os filmes aos livros. Sim, o segundo livro é fantástico, mas no geral os filmes estão sendo melhores e mais interessantes. Lembro que a escrita da autora não era TUUDOOO isso, mas a história é sensacional. Um marco mesmo na literatura e a primeira distopia que li. Entretanto, acho que “desgostei” tanto do último livro que acabei não guardando a série com tanto carinho assim… acontece! 😛

Futuros amores:

Fuga de Furnace
Acho difícil essa saga sair do meu coração. Ainda faltam dois livros, mas a história é tão boa mas tão boa que me marcou para sempre! Quero muito terminar e poder dizer que amo a saga completamente. rsrs (isso se a Editora Benvirá tomar vergonha na cara e publicar a continuação dela, né?!)

Lux
Falta só um livro. mas até agora amei todos, AMO a saga, AMO os personagens, AMO a história, AMO os Luxen, AMO AMO E AMO! Nem precisava esperar o último livro para dizer que vai ficar para sempre no meu coração, mas acho justo deixar junto com as séries ainda inacabadas.

Harry Potter
Por incrível que pareça eu nunca acabei de ler essa saga. Sim, já vi todos os filmes, mas parei no quarto livro. Não sei porque, mas na época desanimei da leitura e fiquei só acompanhando pelo cinema. Mas mesmo assim já é uma das sagas que mais marcou minha vida, minha infância e tudo mais. Também não precisava acabar os livros para dizer que a amo, mas resolvi colocá-la aqui junto com as não-finalizadas. 😉

Alterados
Só li o primeiro livro por enquanto, mas a escrita da autora, a premissa da história e todas as reviravoltas prometem muito! Sei que é arriscado colocar uma saga aqui ainda só com o primeiro livro lançado mas é muito favorito esse gente! Espero que não me decepcione! 😉

Partials (em breve resenha)
Já li os dois primeiros livros e eles foram tão tão tãaaaooo empolgantes e originais que já sinto que amarei a saga toda. Se eu pudesse descrevê-los com uma palavra seria: inteligente. E é distopia minha gente! Espero um terceiro volume eletrizante. #oremos

Enfim, é isso. E vocês, tem alguma saga preferida? Ou sagas do coração? rsrs Indiquem! Indicações boas nunca são demais. 😉

Bjs
Marina

Livros da Semana 66

Oi pessoal, tudo bem?

Novamente vacilei na quantidade de leitura… Mas dessa vez é porque o livro que estou lendo é grande E em inglês rsrs então atrasei um pouco mesmo. 😛

Livros da Semana:

Se eu FicarNota: 3/5
(lendo) Unwind (digital e em inglês) – Nota: 4/5 (por enquanto)

Próximos Livros:

Ai ai… estamos quase no fim do ano e ainda faltam mais de 20 livros para cumprir a minha meta. Será que eu vou conseguir nesse ritmo horrendo em que estou??? rsrs Realmente ando lendo bem pouco, mas quero melorar isso! Não estou desanimando, apenas diminuindo o ritmo por um tempo…

Mas não sei qual será a próxima leitura. Estava pensando em Destino Mortal que já faz um tempo que me espera na estante…

Livros Desejados:

Voltamos à velha lista: Cidade do Fogo Celestial, Revelada e Místico. Não termino o ano sem esses!!! kkkkkk

Por enquanto é só gente, vejo vocês na semana que vem. 😉

Bjs
Marina

Fragmenta-me – Trilogia Estilhaça-me Livro 2.5

FRAGMENTAMEFragmenta-me
De Tahereh Mafi

Sinopse: Fragmenta-me é um conto narrado do ponto de vista de Adam, respondendo as principais dúvidas após o final de Liberta-me.

Enquanto o Ponto Ômega se prepara para lançar um ataque-surpresa contra os soldados do Reestabelecimento a postos no Setor 45, o foco de Adam está bem longe do campo de batalha. Ele está se recuperando do rompimento com Juliette, apavorado pela vida do seu melhor amigo e preocupado como sempre com a segurança do seu irmão James.

E justo quando Adam começa a pensar se aquela vida é mesmo para ele, o alarme soa. É hora de começar a guerra. No campo de batalha, é como se tudo estivesse a seu favor – mas derrubar Warner, que Adam descobriu recentemente ser seu meio-irmão, não é fácil.

O Reestabelecimento não tolera rebeliões, e por isso fará qualquer coisa para massacrar a resistência… inclusive matar a todos que são importantes para Adam.

Minha opinião: Embora eu não goste do Adam, foi muito bom saber o que aconteceu com o pessoal do Ponto ômega durante a ausência da Juliette.

Como só temos o ponto de vista dela nos livros, ficamos curiosos sobre as cenas em que ela não está presente, então compensa mesmo ler esses contos, pois se antes conhecemos o Warner bem (e eu acabei me apaixonando por ele), dessa vez entendemos o que se passa na cabeça do Adam, como ele pensa, como funciona sua mente… e devo dizer que a cabeça do Warner é mil vezes mais interessante! kkkk

Uma coisa bonita neste conto é a relação de Adam com James, seu irmãozinho. É muito grande o sentido da família, então algumas cenas são tocantes, e nos fazem pensar se não faríamos tudo da mesma forma que ele.

Kenji é um personagem que já vinha ganhando destaque na história e que, na minha opinião, roubou as cenas até mesmo no conto. Gosto muito dele, da presença dele, do modo que ele pensa… Podia ser ele disputando a Juliette em vez do Adam rsrrsrs

A escrita dessa autora é muito leve e fluida, então senti que a leitura passou voando!

Ah! acabei descobrindo que ela realmente se inspirou na Vampira, do X-Men e em toda essa história para criar o livro, então a única coisa que eu tinha contra ela já não é mais válida… rsrs

Enfim, sei que sou totalmente #teamWarner, mas respeito que gosta do Adam e aposto que pessoas de ambos os times irão gostar. 🙂

Bjs
Marina

Aniquilação – Comando Sul Livro 01

ANIQUILACAOAniquilação
De Jeff Vandermeer

Sinopse oficial: Aniquilação, o primeiro livro da trilogia Comando Sul, apresenta um grupo de quatro mulheres enviadas para a Área X, um lugar incompreensível e isolado do restante do mundo há décadas, onde a natureza tomou para si os últimos vestígios da presença humana. Elas fazem parte da décima segunda expedição ao local, cujos objetivos são explorar o terreno desconhecido, tomar nota de todas as mudanças ambientais, monitorar as relações entre elas próprias e, acima de tudo, não se contaminarem. Uma missão mortal, visto que todas as expedições anteriores tiveram resultados assustadores, como suicídios em massa, tiroteios descontrolados e casos de mudança de personalidade súbita seguidos de morte por câncer. As mulheres partiram para a Área X esperando o inesperado… e foi exatamente isso que encontram.

Minha opinião: um livro diferente. Não esperava que fosse um Thriller, mas senti que ele é exatamente isso: um livro cheio de terror psicológico, coisas incompreendidas/assustadoras e sensações diversificadas.

A personagem principal é uma mulher – a bióloga. Não sabemos seu nome, sua idade, nem sua aparência e, mesmo assim, ela se torna muito familiar e uma pessoa querida. É através de seu diário que a história nos é contada, então chega um certo ponto em que não sabemos se o que está sendo contado é real ou fruto de sua imaginção. Temos apenas a visão dela para narrar os fatos.

Além da bióloga temos mais 3 mulheres também identificadas apenas pelas suas funções, em uma expedição sem muito objetivo numa época que também não sabemos quando é. Não sabemos muita coisa, né? rsrsrsrs Mas é exatamente esse fato de não sabermos nada que nos deixa curiosos até o final. Falando nisso, o final também não é muito esclarecedor, então senti falta de uma prévia do próximo livro.

A área X do começo ao fim foi algo misterioso e, o pouco que conseguimos desvendar, foi intrigante, diferente e ligeiramente assustador. Tudo num nível de medo psicológico mesmo: a imaginação da gente às vezes consegue ser mais assustadora que a realidade.

A escrita é um pouco difícil porém é fluida. A descrição das coisas nem sempre é muito precisa mas tudo se encaixa, então é uma narrativa muito boa e misteriosa.

Gostei bastante do livro! Ele é bem fininho também, então acabei rapidinho porque não conseguia segurar minha curiosidade. Huahuahua

Recomendo! Foi uma leitura diferente e muito marcante.;)

Bjs
Marina