Como Dizer Adeus em Robô

COMO_DIZER_ADEUS_EM_ROBOComo Dizer Adeus em Robô
De Natalie Standiford

Sinopse: Com um toque melancólico, o livro conta a singular ligação entre Bea e Jonah. Eles ajudam um ao outro. E magoam um ao outro. Se rejeitam e se aproximam. Não é romance, exatamente mas é definitivamente amor. E significa mais para eles do que qualquer um dos dois consegue compreender… Uma amizade que vem de conversas comprometidas com a verdade, segredos partilhados, jogadas ousadas e telefonemas furtivos para o mesmo programa noturno de rádio, fértil em teorias de conspiração. Para todos que algum dia entraram no maravilhoso, traiçoeiro, ardente e significativo mundo de uma amizade verdadeira, do amor visceral, Como dizer adeus em robô vai ressoar profunda e duradouramente.

Minha opinião: É um livro lindo, profundo e sincero, mas não é tudo o que eu esperava que fosse.

Acho que, por criar espectativas demais (meses!), eu acabei me decepcionando quando vi que era apenas mais um livro intenso e sentimental. Sim, vale a pena ler, mas não consegui amá-lo por completo, em função dessa minha pequena decepção.

Bea é uma menina que não deixa transparecer seus sentimentos e às vezes (na maioria das vezes, aliás), é muito fria e indiferente com as pessoas. Ela não se importa se não se enturmar, não liga se os pais não gostarem dela, e não sofre pela perda de nenhum animal, tio, avô, etc. Então no geral, é uma história para acompanharmos essa evolução dela: o momento em que ela deixa de ser uma garota fria – robô- para ser uma pessoa com sentimentos.

Jonah é um personagem intenso. Ele é problemático, e problemático no sentido daquelas pessoas depressivas que levam todos que estão com eles para baixo. Não dá para se afundar sozinho, tem que levar o outro. Então à medida que eles vão se conhecendo e desenvolvendo uma amizade, ele consegue mudar um pouco essa atitude e deixar transparecer um vislumbre do menino que ele poderia ter sido, se não fosse tão traumatizado. Mas mesmo assim fiquei com pena da Bea, pois ele claramente afetava muito a vida dela com essa auto-depreciação.

Confesso que esperava um final diferente para a história. Não gostei muito de como tudo se desenrolou, mas ao mesmo tempo fiquei feliz pelo destino das duas personagens. Eles precisavam aprender a viver a vida, e foi isso que aconteceu 🙂

Achei bem original todo o enredo em torno da estação de rádio. Foi uma escolha feliz da autora. E falando nela, a escrita é absurdamente boa!!! A narrativa é fluida e muito pessoal, então é fácil acompanhar e se envolver na trama.

Gostei muito e recomendo. Mesmo! Não se assustem pelo início do texto rsrsrs Tá certo que não foi um livro que marcou minha vida, mas é interessante.

Bjs
Marina

Anúncios

2 comentários sobre “Como Dizer Adeus em Robô

  1. Coooooom certeza quero ler este livro! Sentimentalismo é comigo mesma.rsrsrs Espero mergulhar na leitura e sentir tudo q a autora sentiu ao escrever…entendê-la sabe? Mais um pra lista q só cresce…rsrs

    Bjs Marina.

Deixe sua opinião ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s