Losing It – Cora Carmack

Oi gente,

Faz muito tempo que eu não posto nada aqui no blog… o que pode ter alguma coisa a ver com o fato de que fazia muito tempo que eu não lia um livro  #shameonme

Hoje resolvi contar um pouco sobre como foi  minha leitura do livro Losing It da Cora Carmack, mas antes de começar segue a tradução que eu fiz da sinopse do livro:

losing it“Virgindade. Bliss Edwards está para se formar na faculdade e ainda tem a dela. Cansada de ser a única virgem dentre seus amigos, decide que o melhor jeito de lidar com este problema é perder a virgindade o mais rápido e simples possível- com um caso de uma noite. No entanto, seus planos provam ser tudo menos simples quando ela se apavora e larga um cara lindo, sozinho e pelado na sua cama usando uma desculpa que nem alguém lesado acreditaria.

E se isso não fosse vergonhoso o suficiente, quando ela chega para o primeiro dia de aula do seu último semestre na faculdade, reconhece o seu novo professor… ela o deixou pelado na sua cama à oito horas atrás….”.

Bom, com uma sinopse dessa eu realmente me interessei pelo livro, achei que fosse ser bem engraçado e cheio de micos….e não me decepcionei!!

O que eu gostei bastante nessa história foi aquela emoção da conquista, sabe? Afinal… quem não gosta daquele xaveco, aquelas tiradas com duplo sentido, e as tentativas de sedução, né? Esse livro tem bastante disso, e o mais legal é que é quase toda vez que isso acontece acaba rolando algum um mico pra estragar o clima! hehe 😛

Durante a leitura eu dei várias risadas com situações possíveis de acontecer, não foram situações muito forçadas ou com uma pegada infantil, sabe?! E foi isso que eu gostei tanto, a autora não tentou “infantilizar” ou “exagerar na sensualidade” dos personagens como em alguns livros que eu já li….. ela conseguir criar uma protagonista real, com inseguranças normais e micosa ao ponto de podermos nos identificar com ela! Bom… Pelo menos eu me identifiquei.. talvez porque eu seja micosa igual 😦 …. mas isso não vem ao caso… hihih

Também queria deixar registrado que qualquer semelhança de Garrick (moço que Bliss largou na sua cama) com o Klaus (The Vampire Diaries, e agora The Originals) é mera analogia minha! Talvez um tenha me lembrado o outro por que acho o Joseph Morgan no papel do Klaus “sexy as hell” , ou talvez achei-os parecidos por que o Garrick tem um sotaque britânico extremamente sedutor, ou foi o fato dele terminar muitas de suas frases chamando a Bliss de “Love” do mesmo jeito que o Klaus faz (só vai entender quem assiste a série… não vou falar mais nada para também não soltar spoilers de TVD)… não sei.. só sei que relacionei e não me decepcionei! #fato

Bom… além do livro ter rendido boas risadas, ter me feito imaginar o Joseph e  torcer pela Blis, eu adorei que tiveram referências à obras do Shakespeare e ao meu momento preferido de Orgulho e Preconceito (“you have bewitched me body and soul”),  e que a apareceu uma frase que quem faz  Teatro entende demais: “Teatro é uma vez na vida… sempre”

Bom, o livro ainda não saiu em português, li uma tradução não oficial (shame on me again), mas apesar do lançamento no Brasil estar previsto para o ano que vem, fica a dica!

Bjos,

Ju

Anúncios

Deixe sua opinião ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s